domingo, 13 de maio de 2018

Qual foi a parte que não perceberam?

Rui Vitória não deu os parabéns ao FC do Porto. Acho que fez muito bem. Não alinhou em hipocrisias.
Agora, quanto a ter havido ou não justiça na vitória do FC do Porto lembro que foi a equipa com mais golos marcados, com menos golos sofridos e  ( dito não por mim mas por alguns árbitros comentadores  e por Rui Santos, a equipa mais prejudicada pelos árbitros entre os 3 grandes. 
Posto isto só faço uma pergunta: qual foi a parte que os  fanáticos desesperados da segunda circular não perceberam?

13 comentários:

  1. Não sei se houve justiça, isso é algo não quantificável,mas que houve mérito, isso houve.

    O FCPorto aproveitou as falhas do Benfica, as idiossincrasias do Sporting e o valor do plantel, que não obstante não se ter reforçado tinha e tem mais valor do que se apregoava.
    Um GR com muita experiência, o melhor lateral esquerdo do campeonato, um central caceteiro mas com qualidade, um excelente Danilo que infelizmente se lesionou, um Ricardo Pereira em excelente nível, bons avançados, e um meio campo de combate.

    Não tenho grande opinião de Sérgio Conceição como treinador, como pessoa já foi apresentado há Eras, mas valor há-de ter para conseguir manter o plantel focado, e depois aproveitou aquele pontapé de fé ( a sorte não conta) aos 90 minutos do Herrera (que foi crucificado no Dragão na época passada) para seguir o rumo do titulo.

    Estou com o Rui Vitória, dar os parabéns a quem constantemente nos ofende é pura hipocrisia, no entanto soube reconhecer que o FCPorto teve mérito, e isso ficou expresso nos números finais.

    ResponderEliminar
  2. Um pontapé formidável a um minuto do fim pôde significar a justiça azul em detrimento de vermelha.

    Independentemente disso, não teria o mínimo dos problemas em parabenizar o mundo azul e branco pelo título ganho. Faço-o APENAS e só àqueles adeptos portistas «normais», que amam o seu clube, mas não são grunhos ou perto disso.

    A Conceição, népias! Como homem do futebol, não presta. A desculpa com a esposa para sair do Nantes é deplorável. Tem o mérito todo de conduzir a equipa ao título.

    Os adeptos que, no auge da comemoração, se lembrar de marrar no vermelho também não merecem qualquer consideração.

    O próprio autor deste «post» vem escrever eivado de uma agressividade, chamemos-lhe assim, absolutamente desprezível.

    Concluindo: o Futebol Clube do Porto é um justo campeão.

    ResponderEliminar
  3. Rui Vitória é muito educado...quando ganha.
    Quando perde, e ouve umas bojardas (acontece a todos...) faz birrinha.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. educação extensiva aos dirigentes e muitos adeptos, Pedro. O cântico da semana passada em Alvalade,celebrando a morte do simpatizante do SCP é abaixo de cão. Ou seja, ao nível de LFV. Abraçoe boa semana, Pedro

      Eliminar
    2. Cultivar o ódio e a inveja até quando festejam a vitoria no campeonato só vem confirmar como é enorme o complexo de inferioridade !

      Eliminar
  4. Ganhou o melhor e ponto! =)
    "Para o ano há mais"!

    Bjinho

    ResponderEliminar
  5. Este ano no futebol, ganhou o melhor o que em muitas outras situações da vida não acontece.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por muitas duvidas que os do costume levantem, foi mais uma vitória limpinha, contra tudo e contra todos

      Eliminar
  6. Só para lembrar que Rui Vitória disse que não dá os parabéns a quem o trata mal.
    Assim sendo e 'só' por isso, justifica-se a ausência da parabenização.

    Caro Carlos, desculpará mas trazer a este post o nome (e a pessoa) de Rui Santos é menorizar uma conversa que não merece ser menorizada, antes pelo contrário.

    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como referino post, acho que RV fez bem em não dar os parabéns ao FCP. Foi coerente.
      Quanto a RS sei bem as razões porque saiu de A Bola, António. Para bom entendedor...
      Abraço e boa semana

      Eliminar