domingo, 15 de abril de 2018

Lição da semana

Foge daqueles  que apoiam um acto de guerra, seja qual for a justificação.   Desconfia dos que, perante um conflito armado, tomam inequivocamente  partido por um dos lados, distinguindo entre bons e maus. 
Mantém à distância àqueles que justificam a necessidade de uma agressão, com base em factos que ninguém viu.

12 comentários:

  1. Sem dúvida! Estou mesmo baralhada. É costume o pr pronunciar-se nestes eventos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não lhe sei responder com certezas,Anphy, mas pelo menos não será normal o PR desvirtuar o significado da mensagem do governo ( que esteve mal, mas não tão mal como por vezes nos querem fazer querer e MRS induziu)

      Eliminar
  2. Uma lical para quem mostra compreensão pelo ataque inaceitável dos Estados Unidos, da Grã-Bretanha e da França.

    O partido político português da minha sapatia tem uma posição diferente do PS do lider António Costa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não concordo com a posição do PS, Teresa.

      Eliminar
  3. Todas as pressas de ataques anteriores por suspeição deram mal. E vem o PM dizer sim e emendar para um nim que não vale de nada.

    ResponderEliminar
  4. Uma fantástica lição de futebol do nosso querido FCPORTO no estádio da luz.

    Beijocas doces da amiga de sempre 😘

    ResponderEliminar
  5. Esperemos que não se percam nas quatro jornadas que faltam. Beijinhos azuis do tuga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me roube a alegria desta noite, Carlos.

      Viva o nosso FCPORTO.

      Eliminar
  6. Sou muito pessimista, Teresa. Tenho muito receio dos jogos de bastidores e estou sempre a lembrar-me do tempo em que Pablo Escobar dominava o futebol na Colômbia. Há muitas semelhanças com o que se tem passado nos últimos anos em Portugal. De qualquer modo, não quero roubar-lhe a alegria e por isso digo que, se necessário fosse, a vitória de hoje do FCPorto na Luz demonstra de forma inequívoca que somos superiores ao Benfica e só causas muito estranhas e alheias ao futebol poderão tirar-nos o título. Só que o eucalipto encarnado minou a credibilidade do futebol , ao infiltrar-se as instituições e dominá-las. Como fez Pablo Escobar.

    ResponderEliminar
  7. Como já disse anteriormente estou assustado com este barril de pólvora.
    Nem me atrevo a fazer quaisquer previsões em termos de futuro.

    ResponderEliminar