terça-feira, 20 de março de 2018

Kadhaffi, Sarkozy e a homilia de Marcelo



Ao saber da detenção de Sarkozy por,alegadamente, ter recebido dinheiro de Kadhaffi para financiar as suas campanhas eleitorais, rebobinei imediatamente a cassette e recordei algumas coisas que aqui escrevi à época.
Quando, em plena Primavera Árabe, Kadhafi disse que o queriam matar porque   sabia muitas coisas sobre a França e a Europa e financiara as campanhas de Sarkozy, os deslumbrados com as democracias árabes chamaram-lhe tudo.
Num post que escrevi sobre o assunto, dizendo que matar Kadhaffi seria um erro histórico de que a Europa se iria arrepender, fui acusado de ser  pró árabe e apoiar ditadores.  
Sete anos depois, comprova-se que tudo era verdade e, muito provavelmente, que Kadhaffi foi mesmo morto para não dar com a língua nos dentes
Nada que nos deva surpreender.
No dia 23 de Outubro de 2011, na sua homilia dominical, Marcelo Rebelo de Sousa afirmava que "Kadhaffi não podia ir a julgamento.Tinha de ser morto,  porque sabia demais!"( siga link)



14 comentários:

  1. Não é por nada mas não consigo localizar essa cena em video. Terão os «pintores» de Belém «retocado» a «pintura» das cenas protagonizadas pelo nosso «artista»?
    É que «isto» está de uma maneira que, sem evidÊncia, pode o feitiço virars-e contra o feiticeiro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não acredito nessa hipótese, OLima, mas tem razão na advertência que faz.

      Eliminar
  2. E a política é mesmo esta "droga" e os políticos (em geral), inconfiáveis. :(( ... Por isso evito os comentários em textos políticos, Carlos !
    Não confio nem um bocadinho nestas gentes, sejam elas de que país e partido forem ! :((
    Entre políticos e futebois,... é tudo lixeira !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cada vez mais próximos, o futebol e a política, Rui. Uma tristeza. Abarço

      Eliminar
  3. Estou ficando convicta que o Carlos é o borda d'água da política. É que não falha nada.
    O mundo conhecido anda demasiado escuro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em matéria de Primavera Árabe, bastava não ser fanático para se perceber como ia acabar. Não faço previsões, Bea, apenas antevisões. Vejo apenas as evidências, por isso não tenho qualquer mérito Muitos dos actores políticos também antecipam o futuro, mas confiam demasiado nas suas capacidades para evitar prejuízos.

      Eliminar
  4. Esse Marcelo comentadeiro pantomineiro que foi elevado à categoria de presidente comentadeiro e pantomineiro também merecia eu sei bem o quê. :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele está a ficar muito igual a si próprio e isso é de temer mesmo, Graça

      Eliminar
  5. Desculpe lá Carlos omitir aNATOé uma imperdoável distração... (e já não falo dos por cá estão)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou obrigado a dar-lhe razão, Rogério. Foi realmente imperdoável.

      Eliminar
  6. Hoje sabe-se que se perdeu muito com a morte de Kadhaffi. Foi apenas um acto de selvajaria. E os americanos sabem que fizeram muito mal porque hoje nºao há sossego para os técnicos americanos que estão a trabalhar no norte de Àfrica, que têm de viver em fortalezas. mataram quem tinha algum controlo sobra os nómadas e as tribos da Líbia. Por isso aquilo ficou num caos. O senhor Gene Sharp com a sua apostilha "Da Ditadura à Liberdade" e a preparada morte dum vendedor ambulante, e os seus conselhos aos revoltosos conseguiu o que queria. Não foi só o Obama. O mesmo anda agoira a fazer o Steve Bannon, que quer provocar o inferno do nosso descontentamento, depois de ter preparado a eleição de Trump agora já ensinou a Le Pen e anda a espalhar a sua teoria "alt-right", um xenófogo e racista louco, que depois de ter sido banqueiro, agora ajuda as extremas direitas da Europa a provocar o caos que ele defende. Foi pelo que aconteceu a Kadhaffi que Bashar Al Assad jogou à defesa, e todo o mundo agora se vira contra a Rússia, mas vale a pena ver quem é que preparou os terroristas par se revoltarem contra Assad. Esta notícia, que ainda hoje vi por acaso diz alguma coisa para os que não sabem e pensam que os outros são umas Cassandras, mas que até acertam: https://www.publico.pt/2013/03/22/mundo/noticia/alemanha-admite-juntarse-a-franca-e-reino-unido-para-fornecer-armas-a-siria-1588729

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada se ficou a saber ontem, Anfitrite. Era tudo muito previsível e até as causas são conhecidas. Daqui a uns tempos vai dizer-se que a Europa vai entrar em guerra mas, na verdade, a Europa está em guerra há muito tempo.

      Eliminar
  7. O Sarkozy sempre teve pinta de vendedor de banha da cobra.
    Agora percebe-se que era craque nessa arte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Homem pequenino... e o Sarkozy não é bom dançarino, Pedro

      Eliminar