domingo, 18 de março de 2018

Como um dia de domingo

Manhã de domingo. Levanto-me suficientemente tarde, para fundir num brunch o breakfast e o lunch ( há coisas que não se podem mesmo dizer em português, pois não?)

Desço ao Continente dos pequeninos que abriu há umas semanas à porta de minha casa para comprar pão fresco e outras miudezas.

Enquanto espero uns minutos, até que o pão saia do forno, sou atraído pelo alvoroço de duas crianças, que brincam com um carrinho de compras ainda meio cheio. A mãe aproxima-se. Antes de depositar no carrinho o que traz na mão avisa:

- Vá lá, meninos! Agora tenham cuidado porque vou por os ovos...

Troco um sorriso cúmplice com a empregada da padaria. 

6 comentários:

  1. Eu provavelmente chamaria a atenção dessa mãe que os seus filhos poderiam magoar alguém com o carrinho.
    Posso fazer comparações? Birras já tenho visto e ouvido, crianças a brincar/correr com carrinhos de supermercado nunca. Ninguém permitiria (clientes e funcionários) uma “brincadeira” dessas.

    ResponderEliminar
  2. Carlos, em Portugal poderia dizer almoço-médio. Se não se pode dizer em português também não se pode escrever, porque haverá sempre que tenha maus(?) pensamentos. É o que eu digo; procura-se tanto facilitar que qualquer dia só utilizamos bonecos e lá se vai a Cultura greco-latina.
    Há mães modernas muito subtis. Porque essas coisas só me irritam, não me dão nenhuma vontade de rir, prefiro comer pão duro ou de forma, torrado, além de que o pão que agora nos vendem é só fermento e ar e pouco cozido que é para pesar mais. Boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E acha a Anphy que o pão de forma é melhor?!

      Eliminar
    2. Bea, no pão de forma há muito por onde escolher. Já nem me importa a nacionalidade, nem os conservantes, que até os do dia já têm. mas ai eu escolho os de forno de lenha que duram mais tempo.

      Eliminar
  3. Não achei nada de extraordinário no seu discurso, parece-me bem. Também é vulgar que duas crianças não estejam em silêncio bem comportado num supermercado, não estão na escola, embora seja um lugar público. Quanto à mãe, parece-me também que esteve normalíssima. Se dissesse que iria pôr o ovo é que ...
    E Boa Semana:)

    ResponderEliminar
  4. A Língua Portuguesa é MUITO traiçoeira :))))

    ResponderEliminar