sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Tento na língua, Daniel Oliveira




Chegou-me às mãos ( que é como quem diz à caixa de correio electrónico)  uma missiva de Daniel Oliveira de repúdio à actuação e postura de Bruno de Carvalho.
Nada mais natural num adepto sportinguista que pense pela sua cabeça e não seja fanático. O problema, porém, é que Daniel Oliveira resolveu acrescentar que não gostava de BdC, porque não queria ter no seu clube um Pinto da Costa.
Fiquei tentado a apostar que se BdC der ao Sporting tantos títulos como Pinto da Costa deu ao FC do Porto, Daniel Oliveira ainda é bem capaz de assinar uma petição para construir uma estátua de BdC à porta de Alvalade, mas nem por isso deixo de repudiar a comparação que fez, porque revela muita ignorância por parte de quem a proferiu.
Não sei se Pinto da Costa comprou árbitros com meninas ou viagens e pouco me interessa se ele muda de mulher como quem troca de automóvel. Sei, outrossim, que quer a nível civil, quer desportivo, tem sido absolvido de todos os processos em que foi acusado, incluindo este último da empresa de segurança. Se Pinto da Costa utilizou armas que outros já utilizaram e outros gostariam de utilizar se tivessem poder para isso, lamento e repudio, mas lembro que a essas acusações respondeu com muitos títulos internacionais, que outros não almejaram. Já agora, lembro a DO um princípio que ele muito gosta de invocar: " In dúbio, pro reo"
Sei, também, que  Pinto da Costa tem desenvolvido uma obra social de relevo na cidade do Porto que não posso menosprezar.
Não nutro qualquer simpatia especial por Pinto da Costa, mas sei que  é um homem educado e de cultura que, ao contrário de BdC ou LFV, nunca insultou sócios do clube em AG, pelo que sinto o dever de avisar Daniel Oliveira para ser mais rigoroso quando faz acusações a terceiros, ou criterioso quando estabelece comparações, para não escolher alvos errados.
No meu clube, eu quero ter um presidente que me dê títulos. A sua vida privada é-me absolutamente indiferente. E, se quiser fazer comparações, mais  depressa direi  que não quero ter um presidente que tenha enriquecido à custa da droga e da corrupção, do que um que diga umas diatribes como Bruno de Carvalho,. Acicates ( Não insultos...) aos adversários, remoques à comunicação social desportiva, apelos bacocos ao regionalismos (mesmo quando servem para denunciar os benefícios descarados aos clubes da capital), são inofensivos face a práticas de outros presidentes de clubes que vieram para o futebol para se servir dele e têm um percurso cheio de mácula na corrupção de jovens. 
Se Daniel Oliveira resistisse ao ódio que tem a Pinto da Costa ( por razões de todos conhecidas) escolheria certamente outro alvo e outro presidente para a comparação. Não precisava de ir ao Porto. Fazê-lo demonstra uma outra espécie de bairrismo bacoco que repudio de forma veemente.

12 comentários:

  1. Muito teria a escrever sobre este assunto, e sobre a comparação feita, e dos méritos de Pinto da Costa e Bruno de Carvalho.

    Mas confesso que ando a ficar cansado, porque na verdade as lentes coloridas que cada adepto coloca quando avalia as suas cores não dá muita margem para argumentação.

    O que mais gostei neste post, foi constatar que afinal não sou a única pessoa a utilizar o termo "outrossim", algo que me fez recordar uma amiga infelizmente já falecida, vitima da doença da moda, e que certa vez, num daqueles arremedos de conversa intelectual,me dizia que "outrossim" era termo que não existia, mas que tendo em conta que eu era a única pessoa que ela conhecia que usava o termo "tergiversar" seria motivo para investigar o assunto, ehehehe...

    Quanto ao seu PC, quando tiver um dia pachorra talvez escreva um testamento sobre uma pessoa cujo epitáfio poderá vir a ser - Ici reste Monsieur de La Palisse, s,il n,etais pas mort il serait envie.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenho quaisquer dúvidas que conheço bastante melhor Pinto da Costa do que o meu amigo, por isso, agradeço-lhe que se abstenha de vir para aqui destratá-lo, Conheço-lhe as virtudes e os defeitos, pode crer.
      Quanto a outrossim, ou antanho, são palavras/expressões que uso com frequência e me têm valido alguns comentários jocosos, mas eu até gosto. Acredite que também detesto a clubite e, em minha opinião, nenhum dirigente desportivo merece que me atravesse por ele, mas quando vejo um vigarista ( não dos de ouvido, mas daqueles que sei que são vigaristas porque os conheço) a armar em santo e a denegrir uma pessoa que, pelo menos em termos humanos está a anos luz de distância, não fico calado. Acredite que não o faço por clubite, mas sim porque não sou cobarde. Abraço

      Eliminar
    2. Vou-me tentar abster de entrar em debates clubisticos aqui neste blog essencialmente por ter aprendido a gostar do conteúdo, e a respeitar a pessoa por trás destas crónicas.

      Infelizmente, de dirigentes desportivos já tive a minha conta, e tendo testemunhado eventos em pequenos clubes, basta extrapolar para imaginar o que vai por aí, seja qual for o clube.

      Fosse eu alguém com capacidade para impor regras estatutárias nos clubes, a primeira seria a limitação de mandatos, a segunda a entrega de declaração de interesses e situação económica antes e depois de fazer parte dos orgaos eleitos para a direcção de um clube, e a terceira seria a obrigação dos dirigentes serem remunerados obrigatoriamente e indexado a valores remuneratório dos principais técnicos.

      A criação de uma comissão independente para avaliação dos negócios com terceiros, com periodicidade semestral.

      A proibição de afectar recursos do clube para apoio a claques organizadas, bem como lugares marcados ou zonas exclusivas para essas claques.

      Mas talvez assim não houvesse interessados em participar nos orgãos directivos de clubes.

      Eliminar
    3. Partilho as suas propostas, Chakra. Só dessa maneira será possível recuperar a credibilidade do futebol e da actividade desportiva profissional.

      Eliminar
  2. Subscrevo integralmente o seu texto, Carlos !!!
    Dor de cotovelo, deve doer a valer ! :)
    Mal de inveja é muito feio . :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é apenas dor de cotovelo, Rui, é também falta de vergonha. Odeio corruptos a armarem-se em santos.

      Eliminar
    2. https://www.youtube.com/watch?time_continue=1&v=W4836rGsx24

      https://www.youtube.com/watch?v=NGWHq-h_yMs

      https://www.youtube.com/watch?v=ypI55z01c_k

      Eu também odeio corrupto mas ainda odeio mais os hipócritas !

      Eliminar
  3. Recomendo ao caro que se entretenha e veja uns videos.
    Sabe que pode ver um tipo a roubar o carro do vizinho, pode levá-lo a tribunal mas se mais ninguém viu.... não é condenado. Faz dele inocente?
    https://www.youtube.com/results?search_query=apito+dourado&sp=CAM%253D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nao sei o que pretende com estes links. Deve ter esquecido os Calabotes,Porfírio, paixões e Rolas, só para citar alguns, que ofereceram campeonatos ao SLB. Isto para já não falar dos que o s governos, desde o Estado Novo lhe terem oferecido. Mas, reconheço, o departamento de contra informação dos vermelhos está a funcionar bem. Principalmente o último link e de uma sabujice atroz, bem ao estilo desse clube do Ccolinho. Umclube cujos adeptos já mataram adeptos adversários e inventam agressões nos túneis. Lembra-se do vosso parte pernas Alberto? Se não lembra, abstenha-se destas parvoíces.

      Eliminar
    2. Eu sou Sportinguista!!
      A sua linguagem e eventual postutra será igual aos lampiões, chiiiçaaaa!!!!

      Eliminar
  4. Com algumas ressalvas, estou com Daniel Oliveira.
    Sem ofensa, claro.

    ResponderEliminar