quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

António Costa e o Poliamor

A chegada de Rui Rio à liderança do PSD confirmou aquilo que eu- e muitos milhares de portugueses- já desconfiavam: António Costa é adepto do POLIAMOR.
Cansado das exigências (por vezes caras)  dos parceiros da Geringonça, virou-se para Rui Rio, um amor antigo que nunca esqueceu, na esperança de receber algum conforto.
Compreendo o cansaço de António Costa face às exigências cada vez mais caras dos parceiros da Geringonça, mas fico a torcer para que não se deixe embeiçar demais por esse amor antigo, pois isso pode ser encarado como provocação, ou mesmo traição, pelos seus parceiros actuais que já deram sobejas provas de  não serem adeptos da prática amorosa que António Costa tanto aprecia. Enquanto não passar de arrufos, tudo bem, mas se os actuais parceiros da Geringonça -mesmo que apenas por estratégia-  optarem pelo divórcio, quem fica a perder são os portugueses. Especialmente os que mais precisam que a actual fórmula governativa se mantenha para lá de 2019.

10 comentários:

  1. Meu caro Carlinhosamigo

    Seria mas parece-me muito difícil senão mesmo impossível. Por isso António Costa tem de manter com toda a força a geringonça (Continuo a não gostar da desgraçada da palavra, mas que hei de fazer...) que para mim além de gostar de gostar e defendè-la é a única soução
    Abração do teu amigo
    Henrique, o LeãoLeão

    Sou um melga, vai ao meu barraco

    ResponderEliminar
  2. Concordo, mas não acredito que o PM vá cair nesse logro.

    ResponderEliminar
  3. A geringonça tem que durar até ao final da legislatura. É imperativo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Durar até ao fim da legislatura, não chega, Bea. É necessário que se renove para a próxima. E isso é que me parece mais difícil.

      Eliminar
  4. Não estou tão certo assim que António Costa se vá perder de amores pelo Rui Rio. Seria um retrocesso no que já foi feito, e o PS perderia muitos eleitores. Se a corda partir que seja pelo lado dos que querem tudo e já, mas pelo que hoje lhe ouvi na AR não me parece que este casamento esteja para divórcio próximo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha questão é saber se renovarão os votos em 2019, Corvo Negro

      Eliminar
  5. Tudo depende do que PCP e BE forem vendo em termos de sondagens, Carlos.
    Se começarem a definhar é certinho que tiram o tapete a António Costa.
    Que, neste momento, deve ter como última preocupação o saco de gatos que é o PSD.

    ResponderEliminar
  6. Estamos totalmente de acordo, Pedro.
    Isso não invalida, obviamente, que continue a acreditar na estabilidade da geringonça até às legislativas.

    ResponderEliminar