sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Para bom entendedor...

Afiança a SIC que o relatório do LNEC garante que a segurança dos adeptos nunca esteve em perigo. Então por que razão foi suspenso o jogo? Porque os jogadores do Estoril já não podiam com  um gato pelo rabo e precisavam de descansar, tirando assim vantagem de um adiamento desnecessário. 
Há quem chame a isto "verdade desportiva"
Em tempo: antes que os idiotas do costume venham fazer comentários alarves, sugiro-lhes que leiam o regulamento das competições, ok?
Até lá, os comentários neste post serão moderados.

5 comentários:

  1. Caro Carlinhosamigo

    Não sabia que eras dragon...

    Abç
    Henrique, o Leãozão

    ResponderEliminar
  2. Quer dizer que o colosso chamado Estoril conseguiu enganar esses anjinhos do FCPorto? É essa a sua verdade?

    Pelo que li nas noticias o jogo não se reatou porque a PSP, não sei se em conluio com o Estoril, achou que, com a saída de parte da claque dos SD para fora do Coimbra da Mota, não existiam condições para que o jogo fosse retomado em segurança.

    O que me pareceu desse jogo é que a falta do Brahimi se notou, e muito, que a equipa do FCPorto não detinha o controlo do jogo, que o Estoril estava a ganhar com um golo fortuito, e que tudo estava em aberto na segunda parte.

    O regulamento das competições diz que o jogo devia ter sido reatado no dia seguinte, e ainda haveriam 72 horas até o jogo com o Tondela.E nunca 5 semanas depois, o que ultrapassa as 4 semanas máximas previstas.

    Já agora uma pergunta - o Benfica jogou com o Feirense, durante o jogo houve uma queda de uma bancada amovível, e mesmo com adeptos caídos no relvado e que depois foram removidos o jogo continuou.

    Não sei se é das minhas lentes encarnadas mas não me parece que este post seja compaginavel com os factos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é Chakra Indigo. Por muito estranho que possa parecer estamos de acordo. O que eu queria dizer era precisamente que o jogo nunca devia ter sido interrompido. Como não foi o Feirense-Benfica. Ora, independentemente das cores que defendamos, a verdade é que o grande beneficiado com o adiamento foi o Estoril, pelas razões que explico no post. Se pega moda uma equipa mais fraca apanhar-se a ganhar ao intervalo a um grande, conseguir que o jogo seja interrompido, vamos ter muitos casos até final da época.

      Eliminar
    2. Sou capaz de concordar que um Estoril mais fresco do que na altura pode dificultar muito esses 45 minutos, no entanto o FCPorto vai beneficiar com a possibilidade de ter o Brahimi, que me parece o jogador que mais pode desequilibrar uma partida em que provavelmente o Estoril se apresentará fechado e a jogar em contra-ataque (acho que agora é mais fino dizer em transições rápidas).

      A minha previsão é um empate a um ou dois golos, no entanto até pode acontecer uma viragem radical no resultado devido á tacanhez de alguns dos treinadores portugueses.

      PS_ hoje foi um susto hein.... parecia o Setubal-SCP, de tanto falhar tudo pode acontecer.

      Eliminar
  3. O jogo foi suspenso.
    O relatório do LNEC diz que a segurança dos adeptos nunca esteve em perigo mas sugere correção de anomalias na estrutura.
    A Liga Portuguesa de Futebol interditou a bancada até que as obras de correção dessas anomalias estejam concluídas.
    Ora, se interditam o uso da bancada por alguma razão é, certo? É porque tem as tais anomalias.
    O presidente da Liga, a este propósito, já disse que o regulamento é para cumprir.
    Que se cumpra. O regulamento é muito claro nesta matéria.

    O FCP estava a perder 1-0 ao intervalo. Se estivesse a ganhar por 2 ou 3 a zero, o caso praticamente não existia. A culpa é do FCP. Se estivesse a ganhar por 2 ou 3 a zero não teríamos, como tem acontecido desde então, de levar com opiniões e comentários alarves, sectários e propagandistas oriundos das mais variadas proveniências.
    O problema disto tudo é que o FCP os incomoda outra vez.
    Que seja sempre assim.

    Luís

    ResponderEliminar