quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

O Pilarete

A falta de civismo é mais poderosa que um pilarete


É muito desagradável à vista o espectáculo dos pilaretes plantados nos passeios para impedir os/ as condutores/as de estacionar em cima dos passeios, obstruindo a passagem de peões.
Normalmente, quem assim age tem uma noção de civismo que não ultrapassa o seu umbigo e confunde liberdade com falta de educação, por isso nem sequer lhes passa pela cabeça que estão a invadir a esfera dos direitos dos peões e que um cidadão que se desloque em cadeira de rodas, ou alguém que transporte um carrinho de bebé, por exemplo, terá de ir para a faixa de rodagem para poder passar.
Num país civilizado, esta falta de educação resolver-se-ia com multas pesadíssimas, suficientemente dissuasoras para os infractores. 
O problema é que, por cá, a comunicação social lança logo uma campanha contra a "caça à multa". Além disso, existe um grupo de advogados especializados em contestar multas  e o sistema de cobrança é tão obsoleto que a maioria delas prescreve. 

10 comentários:

  1. Habitualmente, tento não comparar o Canadá com Portugal, por razões muito óbvias. Mas perante esta imagem não posso deixar de confirmar, sem arrogância, que as autoridades canadianas são muito mais exigentes e organizadas que as portugueses, e que os canadianos são de longe muito mais "civilizados" que os portugueses. : )))
    E não são necessários esses pilaretes que de belo nada têm! Os motoristas não estacionam em cima de passeios! Ponto final!!! E se estacionam onde o estacionamento é proibido (em certas ruas e a determinada hora) são multados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo consigo a 100%, Catarina. Já várias vezes enalteci no CR o Canadá, um país que além de lindíssimo é um exemplo de tolerância e os canadianos- um povo civilizadíssimo. É claro que isso não se consegue apenas com uma educação na escola e no seio familiar. É necessário, também, algum músculo dissuasor. Como, aliás, refiro no post.

      Eliminar
    2. Provavelmente não prestou atenção quando aqui veio. Em Toronto, por exemplo, passam-se dias que não oiço a buzina de um carro. Hoje ouvi-se a minha. O condutor do carro à minha frente estava distraído e não avançou quando o verde apareceu. :))

      Eliminar
    3. Desculpe, Catarina, mas creio que não terá lido com atenção o meu comentário. Ou então sou eu que não estou a perceber a sua réplica à minha concordância com o seu primeiro comentário.

      Eliminar
    4. Eu sei que o Carlos concorda. Este meu segundo comentário foi apenas uma “curiosidade” que acrescentei. : )

      Eliminar
    5. AHHH! Então fui mesmo eu que não percebi. Desculpe, Catarina.

      Eliminar
    6. Carlos, um episódio engraçado passado no Canadá: sair do carro para ir comprar um maço de tabaco na tabacaria em frente, as dois passos, deixando as chaves na ignição e a porta destrancada (evidentemente). A seguir sair da tabacaria encontrar o carro fechado e não encontrar as chaves. mas que raio é que aconteceu? Aparecem dois polícias mostrando as chaves e perguntando de estas chaves são suas? São, são! Então vá em paz e não volte a fazer o mesmo. Alguém poderia ter acontecido e levado o carro. Devo esclarecer que a polícia no Canadá é relativamente muito melhor remunerada do que noa EUA, para não se deixar corromper.

      Já agora outra informação sobre outro lugar nos anos setenta. Estava eu em Jersey (ilha do canal) e sentia-me surda porque não havia semáforos, nem rotundas a não ouvia um apito. Comecei a reparar e verifiquei que num cruzamento, passava um carro de cada uma das ruas. Todos paravam cumpriam e ninguém refilava.
      Também me lembrei que no Canadá é possível virar à direita, num cruzamento, mesmo com o semáforo vermelho, porque os que se apresentam vão mudar de sentido, para entrar no sentido onde eu vinha ou no sentido contrário. Não sei se me expliquei bem...

      Eliminar
    7. Explicou muito bem, Anphy. O Canadá é um país extraordinário. Só é pena ser tão frio! Uma das vezes que estive em Montreal no Inverno, em trabalho, apanhei temperaturas na ordem dos 20 graus negativos durante uma semana. Grrrr!

      Eliminar
  2. Os canadianos são muito mais civilizados porque a isso foram obrigados. A polícia lá não brinca em serviço, por isso há multas para todos os casos e prisão mesmo para os ilustres apanhados a conduzir com álcool. Além disso é um país enorme, com muito menor densidade populacional, por isso tiveram hipóteses para planear tudo. Além disso, nas cidades mais povoadas têm um excelente serviço de transportes públicos. mas educados são. Até chateiam as vezes que pedem desculpa por dá cá aquela palha

    ResponderEliminar
  3. Multa e carro trancado, Carlos.
    É o mínimo.

    ResponderEliminar