terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Não há almoços grátis


É certo que Centeno devia saber que não há almoços grátis mas, se em vez de pedir 2 bilhetes ao SLB, tivesse adoptado ilegalmente uma criança no lar da IURD, certamente já não haveria problema. 
Só conheço a palavra  javardice para classificar o silêncio do MP e da PJ. Primeiro plantam notícias nos jornais, deixam que se lance a suspeição de que o ministro se vende pela merda de dois bilhetes para um jogo de futebol, e depois remetem-se ao silêncio. Teria custado alguma coisa esclarecer que a competência da isenção do IMI é das autarquias e não do ministro das finanças?
Ao deixar medrar na comunicação social a insídia sobre a honorabilidade de Mário Centeno, MP e PJ são co-responsáveis pelo desgaste  da imagem de Portugal e de Mário Centeno a nível internacional.
Alguém devia ser responsabilizado por isso, já que ninguém pode julgar este tipo de terrorismo informativo que, com a conivência de agentes da justiça, de quando em vez incendeia o país.

3 comentários:

  1. Um 25 de Abril que não fosse bonacheirão,prestar mais atenção ao que o Otelo disser,e a canalha depressa ia ao rego! Bastardos!

    ResponderEliminar
  2. Meu caro Carlinhosamigo

    Já o escrevi noutro artigo: na generalidade este país esta na merda. Ganda porra!!!!

    Abração do teu amigo

    Henrique, O Leãozão

    ResponderEliminar
  3. Gosto de luta política.
    Detesto luta no lamaçal.
    E é isso que está a acontecer.
    Como o MST eu pergunto - mas alguém de bom senso acha que um ministro se ia vender por causa de dois bilhetes para a bola???

    ResponderEliminar