sábado, 11 de novembro de 2017

Memórias em vinil (CCLXXXVIII)



Se tudo tiver corrido dentro da normalidade, a esta hora estarei no Campo Pequeno no concerto do seu 50º aniversário, mas não quero deixar de partilhar os leitores do CR aquele que, espero, será um dos momentos altos da noite.
Por Ti Gal!
Boa noite e excelente domingo.

7 comentários:

  1. Quem me dera ter estado lá. Gal grande cantora e grande Mulher cheia de garra! Espero que tudo tenha corrido bem, Carlos.

    ResponderEliminar
  2. Também desejo que tudo tenha corrido bem, Carlos.

    Quando à cantora brasileira pouco ou nada posso dizer.

    Ótimo domingo.

    ResponderEliminar
  3. Gal Costa foi a primeira cantora brasileira a conquistar-me. Talvez pela força e tonalidade da voz estrondosa que não sei se continua igual.
    Espero que tenha ido um bom concerto:).

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Gal Costa vale a pena.
    Hoje como na décade de 80 aquando da sua visita a Portugal para três concertos no Coliseu dos Recreios (Lisboa).
    Por força da minha função assisti aos três espectáculos.
    Casa cheia, não podia deixar de ser.

    Bom domingo, Carlos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Onde se lê décade, deve ler-se década.
      Sorry

      Eliminar
  6. Das tais que se ouvem sempre e sem cansar.
    De certeza que o concerto foi excelente.

    ResponderEliminar