segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Caderneta de cromos (61)



Daniel Bessa  foi, durante seis meses, ministro da economia  de António Guterres.
Eu não percebo nada de economia mas - diz quem sabe-  Daniel Bessa foi um ministro medíocre  que não deixou obra feita e  só aceitou ser ministro do PS para enriquecer o currículo.
Desde que abandonou o governo, em 1996, tem-se especializado em dar entrevistas a tecer fortes críticas a todos os governos e aos seus sucessores no cargo. Já se torna repetitivo o seu slogan " se fosse eu faria muito melhor".
Em sexta-feira 13, Daniel Bessa deu uma entrevista ao Público onde voltou a insistir que, se estivesse no governo  faria muito melhor e o défice seria, no máximo, ZERO!  E como o faria? Não aumentando salários nem reformas, nem dinamizando o consumo. Apenas dando estímulos às empresas.
Ora porra, Daniel! Essa receita já nós experimentámos durante quatro anos e não gostámos, por isso, vais direitinho para a caderneta de cromos. Mas não levas cola!  Quem te quiser fixar na caderneta terá de cuspir nas costas do teu cromo.
É que  tipos que gostam de armar ao pingarelho, mas não têm obra feita, sempre me provocaram um certo asco.

1 comentário: