sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Afinal quem é o incendiário?

Já tinha sido condenado com pena suspensa, em 2012, por andar a atear fogos.
Este ano, só num mês, ateou  5 fogos, mas o juiz continua a acreditar que o homem se pode curar, por isso, voltou a suspender-lhe a pena.
O IPMA e a Protecção Civil avisam que as condições atmosféricas e climáticas serão favoráveis  à propagação de incêndios.

2 comentários:

  1. Mas há mais juízes "incendiários" como este. E não falo só de incêndios florestais.

    ResponderEliminar