segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Afinal havia outra...

Na noite de domingo,15 de Outubro, escrevi no FB que era muito provável alguns incêndios terem sido provocados por mão criminosa, mas muitos mais teriam sido fruto de negligência.
Escrevi, então,  que apesar das condições atmosféricas adversas, tinha visto naquele dia inúmeras queimadas e pessoas a  deitar beatas acesas pelas janelas dos carros. Acrescentei que, apesar de estas práticas serem habituais em Portugal, as alterações climáticas favoreciam as ignições resultantes de negligência e a  propagação das chamas, por projecções a longa distância, arrastadas pelos ventos fortes e  de direcção variável.
Os depoimentos de populares e presidentes de Câmara ( alguns deles do PSD) confirmavam condições atmosféricas excepionais.
Durante uma semana, a comunicação social ignorou tudo isto, fez ouvidos de mercador às opiniões de ambientalistas conceituados  e andou a falar de terrorismo incendiário. O secretário de Estado falou pela mesma cartilha.
Na sexta feira, finalmente, ficou a saber-se que as queimadas estiveram na origem de muitas dezenas ( quiçá centenas) de incêndios nos dias 15 e 16 de Outubro e que a maioria dos incêndios não tinha origem criminosa, mas sim negligência. 
Quem afirma isto? A CTI proposta pelo PSD, cujo relatório foi muito elogiado pela oposição, mas que a comunicação social omitiu em partes tão relevantes, como " 98 por cento das ignições são provocadas por mão humana, mas sem origem criminosa". Ou seja, negligência. 
Só no concelho da Figueira da Foz registaram-se pelo menos 10 incêndios provocados por queimadas e o Gerês tem sido uma das regiões mais afectadas por esta prática perigosa e negligente, mas não terrorista.
Como aqui escrevi no sábado, não vale a pena teimar quando a razão está do nosso lado. Mais tarde ou mais cedo a ciência e a investigação acabam por dar razão a quem realmente a tem...

6 comentários:

  1. Nojento mesmo é ouvir o Láparo dizer que vai votar a favor da moção de censura porque «se sente envergonhado com o que aconteceu no país»... Como se não tivesse nada a ver com o assunto! QUE NOJO!

    ResponderEliminar
  2. Como a origem dos incêndios veio dar razão ao que eu disse. O sr. Ângelo Correia está a dizer na TV que o Orçamento já não pode ser o mesmo, porque não podemos ignorar mais o interior esquecido e abandona, qual pensar em défices, ou dívidas, ou distribuir benesses. Era por demais evidente o que iria acontecer depois de tanta coincidência. Só que o malvado do graveto e sua família é que estragaram tudo que era agricultura e similares. O ladrão recebeu mais 108 mil milhões de contos, só para levantar as barreiras alfandegárias a todos os outros, que tinham aderido e ficaram como mais tempo e condições para se adaptarem e nos destruírem completamente, enquanto ele distribuía pelos amigos o dinheiro que recebeu, vindo a receber benesses com é obvio. Ele até previu que ia morar na quinta da coelha, juntos dos seus amigos e nunca apareceu o raio da escritura da venda da sua casa no Cartório.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tempo foi mais TRÊS anos, para os outros que entraram antes de tempo sem pagar direitos.

      Eliminar
  3. Ainda me esqueci de dizer um coisa. Para esses dias o IPMA previu chuvas fortes, com a aproximação do Charlie ou era Ophelia, já nem sei, o mapa até me assustou tanto que eu, como é hábito, já que o carroceiro deixa as folhas todas espalhadas, e estamos no Outono (esqueci-me do verão de São Martinho), fui gastar mais água a limpar todos os esgotos do quintal. Até me apeteceu chamar-lhes a atenção, mas não encontrei endereço e perguntar-lhes para que é que eles serviam, porque não acertavam UMA. Tenho de ir sempre a um sítio estrangeiro. Desde o grande Anthímio se foi é mesmo uma porca vergonha. Eu com só abro a TV já noite fora nem sabia que tinha havido mortos, nem tantos incêndios, pensei que se estavam a referir aos de Pedrógão por causa do Marcelo ter lá ido e até desliguei a tv porque não gosto de ver farsas.
    A primeira coisa que eu faco quando abro o Pc é actualizar o antivírus é mais do que isso, até guarda as minhas chaves num cofre, e depois visitar os 3 sítios da previsão do tempo, em Cascais e no País. Já há uma semana que nos andam a assustar com mais de 30ª outra vez, no entanto o máximo esperado é 25ª e o risco no mapa por localidades para incêndios só está amarelo em poucos sítios do interior. Vejam com atenção porque o amarelo, pode ser pelo vento pela ondulação ou até vermelho pelos bivalves.
    Hoje não devia ter forças nenhumas, mas aao fim de anos consegui após repetir um exame pela quinta vez que ele se realizasse na totalidade. Eu que tinha tanto medo de anestesias, agora acordo com o regular bater do meu coração, e ninguém me diz se eu disse alguma asneira, coisa que eu gosto tanto, para aliviar. Acho que já estou cansada porque há duas noites que não durmo. Fiquem bem!

    ResponderEliminar
  4. Pois é, Carlos, é muito fácil falar do Governo, das autarquias, dos bombeiros, dos meios aéreos, do raio que os parta.
    E nós, os cidadãos??
    Não fazemos nada errado e que contribua para estes flagelos?
    Enquanto assim pensarmos as tragédias vão suceder.

    ResponderEliminar
  5. Ainda ontem como tive de andar de táxi tive a liberdade de olhar para o que se passava ´minha volta. Entre outras coisas vi uma senhora a fumar e a sacudir alegremente a cinza em chamas pela janela. Até bati no vidro para lhe chamar a atenção. O sr. do táxi apesar de não ser da Uber, não se importou. Até fiquei a saber que a mulher dele morreu jovem porque fumava 3 maços de tabaco por dia. No outro dia também parada na A5 por causa dum acidente, vi um senhor à minha frente fazer várias vezes o mesmo. Fiz-lhe várias vezes sinais de luzes e ele não ligava. Por fim apitei e com força. E não é que o homem sai do carro deixa a porta aberta e vem me perguntar porque é que eu tinha apitado? Eu disse-lhe. Mas até achei piada sair dum carro numa autoestrada. Imaginem tal era a bicha e eu que tinha uma consulta marcada, como estive muito tempo parada também me dei ao luxo de telefonar a dizer que chegava mais tarde apesar de ter ido com tempo. No carro não tenho sistema para telefonar e detesto ver quem o faz.

    ResponderEliminar