sábado, 5 de agosto de 2017

Lição da semana

Já há muito sabia que a melhor defesa era o ataque. 
Esta semana, porém, aprendi algo novo. Quando um tipo é apanhado a cometer uma infracção grave e não a pode negar, ataca quem o apanhou em flagrante, chamando-lhe criminoso.
Isto teria piada entre miúdos, mas entre adultos mete-me nojo. 
Têm todo o direito de querer voltar ao tempo em que ganhavam tudo porque o Estado Novo não permitia a concorrência. A conjuntura até lhes é favorável. Mas, por favor, usem outros métodos e não matem o futebol.
Até porque é sabido que LFV enriqueceu a encher pneus.

3 comentários:

  1. Isto tem alguma piada, ou não estivessem envolvidos os especialistas da conspiração.
    J. Marques e Nuno (Só) Raiva, mais do mesmo (muito mau) fazem o que querem e dizem do pior que se pode imaginar.
    Não importa, desde que o alvo seja o Benfica, vale tudo, até a calúnia mentirosa.
    Não vamos por aí, caro Carlos. Se formos, temos que olhar para a origem de outros presidentes. De outros clubes, claro.
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Peco desculpa, António, mas no FCPORTO nunca houve presidentes que defendessem criminosos, negassem claques, ou tivessem sido presos por fraudes, vigarices, etc. No SLB já nao podem dizer o mesmo. Abraco e boa semana.

      Eliminar