terça-feira, 11 de julho de 2017

Trump troçou da Europa e os líderes europeus sorriram...

Esta noite, enquanto passava os olhos pela imprensa internacional, soube que Ivanka Trump, filha do aparvalhado presidente americano se sentou na cadeira do pai durante duas reuniões do G-20, enquanto Trump devia andar a apalpar o rabo de algumas funcionárias do apoio.
Há duas notas a registar neste episódio:
- O nepotismo chegou à Casa Branca
- Os lideres europeus são fracos com os fortes e a Europa vai pagar um elevado preço por isso.

8 comentários:

  1. O/a jornalista de Veja.com perdeu uma leitora (eu) depois da palavra “loira”. Uma/um jornalista que se preze, que trabalhe para jornais de referência e/ou estações televisivas nunca se referiria à cor do cabelo da pessoa sobre a qual está a escrever. Se estivesse a falar sobre um dos filhos de Trump não teria escrito “o loiro”.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje em dia o jornalismo perdeu todo o decoro, Catarina. Mas também é verdade que o escrutínio feito aos jornalistas é por vezes demasiado severo. Por dá cá aquela palha se acusa um jornalista de ser homofóbico, machista ou racista.

      Eliminar
  2. Concordo com a sua última observação, Carlos.
    Com a administração de Trump, os líderes europeus deixaram de ter uma alta opinião dos EU embora este país continue a ser uma grande potência.
    Até o Júnior está em maus lençóis por ter tido uma reunião com a “advogada” russa. Escândalos atrás de escândalos. São 8:25 e ainda não sei que tweets o presidente já escreveu hoje!!! Imperdoável!
    Outros valores mais altos se levantam, Carlos... até já!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Mas há alguém que tenha uma alta opinião dos EU? São eles os culpados das maiores desgraças que o mundo atravessa. Apenas têm sido servilistas com todos eles porque é um país grande e com grande poderio militar. De resto não merecem a consideração de ninguém. Até deram o prémio Nobel da Paz a Obama, quando ele ainda não tinha mexido uma palha para a Paz, mas porque ainda se tinha alguma esperança nele. Mas infelizmente também esteve presente, mais às escondidas, em todas as desgraças que foram acontecendo. Se por causa duma loira quer deixar a revista Veja, para ficar com melhor opinião acho bem que passe para as publicações do império Globo, que abertamente nos seus programas apelava às manifestações contra Dilma, em que o único desvio que ela cometeu foi autorizar uma despesa, porque era a única hipótese do bandido Temer e sua escumalha irem para o governo, porque não podia ganhá-las através de eleições. Portugal ficou a ganhar porque os ricaços estão a vir para cá e não precisam de falar inglês, porque querem mar e boas casas e até trazem segurança pessoal. Qualquer dia somos a NY das décadas 20 e 30, onde as grandes famiglias de mafiosos tinham tudo nas mãos, até a Justiça. Até o Lucky Luciano saiu da prisão para ir para Itália, e este foi preso porque apareceu um homem que não teve preço.

      Eliminar
  3. O único rabo que apetecia apalpar, Carlos, era o rabo do Emmanuel Macron, de resto, eram todos, mesmo as funcionárias do apoio, uma velharia do caraças.

    ResponderEliminar
  4. nada a acrescentar à evidência das suas conclusões.

    ResponderEliminar
  5. Como todos os burocratas que ascendem na carreira "Os lideres europeus são fracos com os fortes" e a Europa está a pagar caro por ter burocratas como dirigentes

    ResponderEliminar