segunda-feira, 20 de junho de 2016

Desculpem se não sou patriota...

Antes de começar uma das semanas mais importantes das nossas vidas, escrevo um post sobre coisas  soft  como a bola, que tanto preocupa milhões de portugueses.
Ontem, depois do infortúnio do Portugal-Áustria,  estive a ver o Argentina- Venezuela para Copa América.
O futebol entediante  que se  está a jogar no Europeu e (quase) sempre na Europa, foi-me  afastando progressivamente dos estádios e está a afastar-me do televisor. No entanto, quando vejo a Copa América, reconcilio-me com o futebol. Rápido, vistoso, empolgante, quiçá violento por vezes, é certo, mas sempre emotivo.
O Argentina/Venezuela de ontem foi um exemplo disso, mas não só. Ao fim de um quarto de hora confirmei aquilo que sempre disse. CR é um grande jogador, mas Messi é extraordinário. Um fenómeno a jogar à bola que encanta com a sua magia. É mesmo o melhor do mundo!
Talvez alguns considerem a minha opinião pouco patriótica, mas é o que eu penso.
Sorry!

3 comentários:

  1. Eu ficaria aborrecido, mesmo zangado
    pronto a cortar relações
    é se dissesse que Messi
    era melhor que o Camões




    ResponderEliminar
  2. Com que então, caro Carlos, Messi e Ronaldo são comparáveis!?!?

    ResponderEliminar
  3. As vedetas chegam ao final das épocas esgotadas.
    A Copa América é diferente.
    A intensidade do jogo, a vertente táctica, não se comparam às europeias.

    ResponderEliminar