terça-feira, 29 de março de 2016

Salada de frutas


-E agora? Vai uma sobremesa?
-Traga-me a lista por favor...
O cardápio era ilustrado e chamou-me a atenção a salada de frutas tropical ( especialidade da casa),
Oferecendo-se  numa variedade quase esdrúxula,  de fazer salivar qualquer palato, a salada exibia-se em recipiente de vidro de formas florais, onde pontificavam a manga e a papaia, o kiwi e o ananás ( ou seria abacaxi?). Duas uvas e  dois morangos espreitavam a medo entre a tropicália sumarenta, assumindo-se como intrusos no bacanal fruteiro.
Salivando, apontei sem hesitar a foto que ilustrava a minha escolha, com a mesma lascívia de um adolescente perante a foto de uma voluptuosa actriz de cinema seminua. ( Refiro-me aos adolescentes do meu tempo, obviamente, porque nos dias que correm uma criança de 7 anos, em pesquisas pela internet, rapidamente se familiariza com as intimidades dos corpos de top models, actrizes ou simples cidadãs anónimas, que exibem as suas formas, na expectativa de um qualquer navegador internáutico as descobrir e tirar do anonimato).
Mas adiante...porque as protagonistas desta história, embora descascadas, são apenas frutas  que, depois de colhidas e cuidadosamente preparadas, têm por função  animar o palato de seres viventes   e, como destino final, estômagos mais ou menos elaborados.
Segundos depois, o empregado depositou à minha frente o recipiente de formas florais igual ao da foto, mas a lascívia deu lugar à decepção, quando comecei a desbravar a corola. Nela se acolhiam apenas gomos de laranja, rodelas de banana e pedaços de maçã  cortados sem critério. No meio daquela insipidez despontava meia rodela de kiwi e metade de um morango, ambos fazendo lembrar náufragos que deseperadamente lutavam para alcançar uma banca de fruta onde estivessem a salvo.
Chamei o empregado e perguntei:
- Esta é que é a salada de frutas tropical?
- Exactamente
-  Pode dizer-me o que tem esta salada a ver com a da fotografia?
- O senhor desculpe, mas a fotografia é apenas ilustrativa. Não quer dizer que a cozinha ponha os frutos que aí estão. Põem o que  há, todos os dias varia
- Ai não? Então pode levar a salada de frutas. Traga-me o café e a conta.
Imaginei o ruborescer das frutas, ofendidas pela rejeição e envergonhadas por regressarem à cozinha intactas. O que iria a cozinheira pensar  de umas frutas enjeitadas? O mais certo era serem atiradas para o caixote do lixo, ou  acabarem no estômago de um qualquer animal doméstico esfomeado.
O empregado trouxe-me o café e a conta.
Tirei da carteira uma nota de 20€, fotografei-a e chamei o empregado.
Mostrei-lhe o telemóvel e disse:
- Pode ficar com o troco
- Desculpe, não   estou a perceber.
- Não percebe? Isto é uma nota de 20€ para eu pagar a conta 
- Mas é uma fotografia...
Claro! Como a salada de frutas. É apenas ilustrativa...

6 comentários:

  1. Gostei deste bacanal fruteiro...só para inglês ver!! Ehehehe

    xx

    Caramba! Ainda não há comentários e já vejo aqui 2 'divertidos' e 1 'interessante e fantásticio'?

    Andará aqui claque??

    ResponderEliminar
  2. Enorme conversa sobre salada de frutas. Gosto. Pode não ser tropical, ter duas ou três frutas, gosto na mesma. O que ninguém aprecia é pedir uma coisa e sair-lhe outra:)

    ResponderEliminar
  3. Gostei da ambivalencia significativa do texto.
    Nestas modernices dos "tabletes", não há acentos. Daí esta sala dica ortografica.
    Beijinho

    Laura

    ResponderEliminar