quarta-feira, 2 de março de 2016

Regresso ao futuro

Filipe Lobo d'Ávila e João Almeida, secretários de estado no governo dos mafiosos, digo, pafiosos,  vão apresentar uma moção  ao congresso do CDS , que irá eleger Assunção Cristas.
O título da moção ( Juntos Pelo Futuro) sugere um novo rumo para o CDS mas, a gente lê o resumo e desengana-se.
Afinal, o futuro que Lobo d'Ávila e João Almeida nos prometem é um regresso ao passado. Eles próprios afirmam que o "futuro" do CDS é "o regresso às origens do CDS" assumindo o conservadorismo e prometendo a reversão da Lei do Aborto, da Lei da Adopção por casais homossexuais e de outras leis que conflituem com os valores humanistas e cristãos do CDS. Um regresso ( negro) ao futuro, portanto.

2 comentários:

  1. Esse é o CDS que Freitas do Amaral fundou, Carlos.
    Não nos esqueçamos disso.
    Portas tentou dar-lhe um ar mais cosmopolita, mais próximo do povo, mas esta mentalidade esteve sempre presente.

    ResponderEliminar
  2. Desses senhores toda a gente espera sempre o mesmo. A moção é sem novidade.

    ResponderEliminar