terça-feira, 22 de março de 2016

Explosões em Bruxelas

Foto TSF


Poucos dias depois de ter sido preso, em Bruxelas, um dos mentores dos ataques de Paris, três explosões no aeroporto e no metro da capital belga e sede da UE, provocam mais de uma dezena de mortos já confirmados. (Estima-se que o número aumente).
"Eles" estão cada vez mais bem  organizados e mais rápidos na resposta.
A Europa assusta-se, a extrema direita europeia rejubila. Hoje, ganhou mais uns milhões de votos. 

3 comentários:

  1. "Hoje é um dia negro para a Europa", disse o nosso Ministro da Justiça, Heiko Maas.

    Realmente os acontecimentos horríveis em Bruxelas afetam todos nós, mas não são nenhuma surpresa.

    A extrema direita europeia não pode rejubilar, porque os seus filiados e simpatisantes também podem ser vitimas de um homem-bomba.

    "Eles" estão cada vez mais bem organizados e mais rápidos, mas os europeus devem manter a calma. O medo é um mau amigo para todos nós.

    ResponderEliminar
  2. Não é a extrema direita que tem financiado os grupos terroristas. Por isso, não estão a salvo desse inimigo.

    ResponderEliminar
  3. É uma das certezas que podemos ter, Carlos.
    Até o inenarrável Trump terá ganho mais alguns votos.
    E esse nem é extrema direita.
    É só parvo.

    ResponderEliminar