sábado, 16 de janeiro de 2016

Se houvesse justiça...

Não é novidade para ninguém que o governo anterior cometeu vários crimes que lesaram o país e os portugueses de forma  gravosa.
Se é verdade que a reversão de muitas medidas não poderá nunca reparar os prejuízos causados a quem ficou desempregado, teve de emigrar, ou foi condenado à morte por falta de assistência médica, há outros crimes, de âmbito patrimonial, que não deveriam passar impunes, se houvesse justiça em Portugal. .
Recomendo que leiam o artigo, mas também a carta da comissária europeia,muito reveladora sobre o que se passou no BANIF

5 comentários:

  1. Maria Luís Albuquerque — outra mulher que não queria ter como amiga, mesmo sendo uma mulher do Norte: nasceu em Braga.

    Não me interesso pela política portuguesa, no entanto, vou votar no dia 24 de Janeiro 2016, aqui no Consulado.

    A "tuga" de sempre, Teresa

    ResponderEliminar
  2. Diz bem meu amigo, " Se houvesse justiça" mas como não há, esta criminosa passa impune. Mais uma !

    Um beijinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  3. O próprio Passos Coelho nos suas quase sempre demagógicas e bombásticas afirmações, mal iniciou o seu mandato alvitrava pena de prisão para quem lesasse o Estado. E agora?

    ResponderEliminar
  4. Naturalmente, quem lesa algo ou alguém merece castigo. O que aconteceu a quem, como Maria Luis Albuquerque, tudo fez para deixar o país e os portugueses de pantanas?

    ResponderEliminar
  5. Esta Lei deveria ser objecto de debate e aprofundamento;

    https://dre.pt/application/file/420478

    ResponderEliminar