sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

O feitiço contra o feiticeiro

Ontem, por mero acaso, vi o debate entre Sampaio da Nóvoa e Marcelo Rebelo de Sousa. Não me surpreendeu o facto de Marcelo ter sido cilindrado por Sampaio da Nóvoa que colocou a nu todas as fraquezas ( não me refiro apenas às contradições) do candidato que Passos Coelho e Portas foram obrigados a engolir.
O que me surpreendeu foi  o contraste entre a postura serena de Sampaio da Nóvoa e o descontrolo total de  Marcelo. É verdade que o professor  nunca gostou de ser contrariado e já no tempo da Faculdade reagia mal quando se sentia acossado, mas pensava que a tarimba política lhe tinha dado alguma frieza, mas foi demasiado notório ao longo do Marcelo não está minimamente habituado a ser confrontado e se descontrola quando é sujeito ao contraditório. Este descontrolo é muito desaconselhável a um PR que garante ir exercer o seu mandato com base na conciliação.
Animado com o debate de ontem, hoje decidi ver o confronto de Marcelo com Maria de Belém.
Os primeiros minutos quase me levaram a mudar de canal, pois o estilo peixeirada ameaçava perdurar. Maria de Belém tentou seguir a mesma estratégia de Sampaio da Nóvoa mas, obviamente, ficou muito aquém do ex reitor.
Maria de Belém tem alguma tendência para deixar fugir o pé para o chinelo e também tem alguns pontos fracos que Marcelo soube explorar. De qualquer modo ficou claro que Marcelo não resiste a um confronto e perdeu claramente ambos os debates.
Se em Portugal os debates servissem para ganhar eleições, Marcelo teria perdido qualquer hipótese de chegar a Belém, depois da prestação nestes dois debates.
Ironia do destino, seria caso para dizer que a mesma televisão que durante décadas lhe granjeou a fama e a notoriedade suficiente para se candidatar a Belém, lhe retirou a hipótese de lá chegar em apenas 24 horas

7 comentários:

  1. Marcelo teve sempre um contraponto só para lhe dar as deixas nunca para mais nada...e pela simples razão de assim ser mais fácil para ele, pois a tentativa de o porem a falar sózinho , falhou!

    Belém nunca terá o meu voto. pois acho indecente o que fez a Costa.

    Amigo, esperemos que haja , pelo menos, uma segunda volta.

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Mesmo com os defeitos que se reconhecem em Maria de Belém, olhou Marcelo nos olhos e atirou a matar em três ou quatro situações que 'picaram' o professor.
    Tenho dito que Marcelo apenas se dá bem quando fala 'de si para si' fazendo eco para quem o ouvia como comentador.

    ResponderEliminar
  3. Os (e as) VIPS são uns mimados - perfeitamente preparados para a vida, claro!!

    ResponderEliminar
  4. Pois,"a mesma televisão que durante décadas lhe grangeou a fama...",em entrevistas preparadíssimas perante uma papagaia sempre pronta e entrar em êxtase perante o brilhantismo das tiradas a metro desse enorme bluff,um cavaco da linha dos Estoris!

    ResponderEliminar
  5. Vamos ver como corre a coisa!
    Penso que já ninguém tem paciência para ver debates, eles acontecem e depois se houver algum destaque vão se ver uns minutos e já está! Mais uma vez o resultado pode ser um qualquer:(((

    xx

    ResponderEliminar
  6. Carlosamigo

    Pela primeira vez depois do 25 de Abril (ainda se lembram do que foi, é e será?) não vou votar. Estou nesse dia em Goa.Mas o meu candidato é Sampaio da Nóvoa. Uma opinião: tem de ir confraternizar com o povo... Os intelectuais que o apoiam são importantes; mas o povo ta,vota e é muita gente, são milhões. Sugestão: dance o vira e o malhão, beba copos de três, junte-se à malta!...:-)

    Abç do Leãozão

    ... e por hoje-disse.

    ResponderEliminar
  7. Carlosamigo

    Antes que seja tarde e já esteja em Goa, dá um pulinho à TRAVESSA e comenta Obrigado

    Leãozão

    ResponderEliminar