quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Com amigos destes...

No momento em que as agências de rating e toda a parafernália de instituições subordinadas aos interesses proclamados em Davos e Bloomberg, lançam uma série de críticas ao orçamento apresentado pelo governo português e ameaçam cortar o nosso rating, é bom lembrar o que ontem disse o Tribunal de Contas Europeu sobre a forma como a Comissão Europeia actuou em relação aos cinco países europeus que foram sujeitos a resgate.
Aproveito para lembrar que durante o período de resgate, o presidente da Comissão Europeia era Durão Barroso, que agora anda por aí a arrotar postas de pescada em conferências pagas a peso de ouro.
Já agora, seria de bom senso que, face a este relatório do TCE, os agiotas das agências financeiras se calassem durante algum tempo.

3 comentários:

  1. ~~~
    Concordo em absoluto, Carlos.

    ~~~ Abraço amigo. ~~~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  2. Não prevejo nada de bom a sair dessas embrulhadas.

    ResponderEliminar