segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Esqueletos no armário

Nunca fui tão ordinário nem histérico como Nuno Melo nos ataques a Vítor Constâncio, embora aqui mesmo tenha acusado o ex- governador do Banco de  Portugal de laxismo  no caso do BPN. 
Estava longe de imaginar que, anos depois de Vítor Constâncio ter sido substituído por Carlos Costa, estaria a escrever que " foi pior a emenda que o soneto".  Na verdade, o actual governado do BP tem-se comportado como uma marioneta nas mãos do governo, deixando-se manobrar pela loira do regime que andou dois anos a varrer para debaixo do tapete toda a m.... que foi fazendo à frente do ministério das finanças. ( Se a mulher for assim a limpar a casa, aquilo deve estar pior que uma estrebaria...).
Vem tudo isto a propósito da venda do BANIF ao Santander Totta, anunciada ontem ao final da noite. 
Já há muito se sabia que o BANIF era um problema que iria estourar a qualquer momento, mas só ontem foi tornado público que o anterior governo andou a encanar a perna à rã desde Março, iludindo a própria comissão europeia e ignorando os avisos do presidente do BANIF.
Estamos perante mais um caso em que um grupo de amigos do PSD, usam um banco para financiar um partido ( neste caso o PSDMadeira) à custa dos contribuintes que agora serão chamados a pagar as brincadeiras dos amigos de Cavaco e Passos.
Perante isto, Nuno Melo perdeu o pio e, em conluio com a patroa do CDS, meteu o rabinho entre as pernas e não comenta a situação.
Quanto a Carlos Costa, se tivesse vergonha, já se tinha demitido. Não só por se ter conluiado com o governo para esconder os esqueletos no armário, mas também pela sua disponibilidade para aumentar a opacidade de comportamentos e práticas da entidade reguladora, como aconteceu no caso da contratação de Sérgio Monteiro.

2 comentários:

  1. No geral de acordo. Discordo, no entanto relativamente à apreciação que fazes do papel da União Europeia. Esta, sabendo-se o que se sabe, não se pode dizer que foi enganada. Ela foi, sem dúvida, conivente com o governo dos trafulhas.

    ResponderEliminar
  2. A União Europeia enganada? Não me parece!

    Quanto ao resto e ao que faltará ainda, estou de acordo.

    Boa semana e rápida recuperação, amigo

    ResponderEliminar