terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Activos tóxicos

Vai sendo tempo de Pinto da Costa perceber que Lopetegui é, neste momento, um activo tóxico do qual o FC do Porto se deve descartar rapidamente.
O treinador basco não só não rentabiliza jovens jogadores da equipa B, como comete a proeza de desvalorizar jogadores como Imbula, Brahimi ou Tello e de alienar activos como Quaresma.
Acresce que ver este FC do Porto a jogar é uma seca! Quem se desloca ao estádio, só o faz por grande amor ao clube.
Em dois anos Lopetegui - apesar de ter plantéis de luxo- não consegue empolgar ninguém. Pior do que isso, falta-lhe a garra portista, pelo que não consegue transmitir aos jogadores a mística do clube. Jovens jogadores, como Ruben Neves, correm o risco de ser preteridos por amarem o clube.
Lopetegui pode ser uma pessoa muito estimável, mas não tem estofo para treinar os azuis e brancos. Ver a forma como organizou a equipa para defender o resultado nos últimos 15 minutos do jogo com o Nacional, foi deprimente. Lopetegui que me desculpe, mas queremos treinadores audazes e guerreiros, não queremos um treinador medroso e quase acobardado, perante um adversário muito inferior.
Deixe de ser teimoso, sr Pinto da Costa. Reconheça que errou ao contratar Lopetegui e arranje um treinador decente que nos devolva a alegria de festejar títulos na Av dos Aliados

2 comentários:

  1. Agora é complicado.
    Quem é que se vai contratar?
    E eu também estou farto das manias do basco.
    Mas quem é que está disponível e vale a pena contratar?
    Acho que vamos ter que o aguentar até ao fim da época e depois é que haverá novidades.
    Até porque, no consulado Pinto da Costa, são raros os treinadores (mesmo com sucesso) que durem mais de duas épocas.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  2. Pelo comportamento do presidente o Lopetegui vai ficar até final da época. E nesta altura uma mudança pode revelar-se ainda mais complicada do que manter o treinador, apesar dos maus resultados desportivos.

    ResponderEliminar