domingo, 26 de julho de 2015

Para memória futura

Ontem, Jerónimo de Sousa esteve reunido no Seixal com reformados e pensionistas. Fartou-se de criticar o programa do PS em matéria de segurança social e política de emprego, mas sobre os 600 milhões que o governo quer cortar nas pensões, nem uma palavra.
PPC tem em Jerónimo um amigo para a vida.

23 comentários:

  1. Não é só PPC, nem só Jerónimo de Sousa. A direita tem tido sempre um amigo no PCP

    ResponderEliminar
  2. Não se esqueça que sem os Jerónimos e os Louçãs, Passos não chegaria a S. Bento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o Dr. Costa não chegará a São Bento sem a ajuda dos partidos de esquerda.

      Eliminar
    2. Eu diria mesmo que foram Jerónimo e Louçã que ofereceram S. Bento a Passos numa bandeja.

      Eliminar
  3. Amigos de longa data!.... Desde que seja para lixar o PS, aí estão eles juntinhos....

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. O Jerónimo de Sousa não é burro, Teté.

      Cada político puxa a brasa à sua sardinha.

      Eliminar
    2. Jerónimo comporta-se como um 'burro politico'.
      Começa a ser-me difícil compreendê-lo.

      Eliminar
    3. Sem o Jerónimo o Dr. Costa fica a ver navios...

      Sócrates sempre! Passos mais 4 anos!

      Eliminar
  5. (Francamente, francamente, não sei o que se passa na cabeça desta gente!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Take it easy, dear Rogério!

      Eliminar
    2. Tá bem
      eu fico manso

      mas já agora transcrevo, e foi isto:

      «Denunciando a grave situação social dos reformados (em 2014, por exemplo, a pensão média de 1 milhão e 170 mil reformados era de 336 euros), o ataque do actual governo PSD/CDS às reformas e pensões (como são exemplo o congelamento de aumentos desde 2011, redução na atribuição do complemento solidário para idosos), Jerónimo de Sousa não deixou de denunciar a convergência do PS nestes ataques (com o recente voto contra na proposta do PCP, de aumento de 25 euros nas pensões mais baixas) e lembrou que foi o PS que entre outras medidas, aumentou a idade legal de reforma ou que reduziu pensões através da convergência de sistemas (2006). O Secretário-Geral do PCP apelou assim para que reformados e pensionistas reforcem o apoio à CDU, força que mais firmemente se opôs a estes ataques, que apoiou e estimulou a luta dos reformados e pensionistas e por isso aquela que dá garantias da defesa dos direitos e interesses deste grupo social.»

      Eliminar
  6. PEC 1, PEC 2, PEC 3 e PEC 4. Quem insistiu na "receita"? Quem alterou o sentido do voto parlamentar?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E quem criou o rebentamento financeiro internacional de 2008 e as medidas estapafúrdias da UE?

      Eliminar
    2. Quantos PEC já aprovou este governo, disfarçados de DEO? O PCP só sabe contar até 4?

      Eliminar
  7. Como é triste que as pessoas sejam tão fanáticas e não queiram ver a realidade. Nesta altura a cassete já está fora de moda. Mas contra obcecados não há nada a fazer, por muito que me custe e muitos venham a sofrer ainda mais, prefiro que o Costa perca as eleições, porque vão fazer-lhe a vida negra e exigir tudo e mais alguma coisa. Com o mentiroso compulsivo e cínico, ficam mais satisfeitos e continuam a sofrer caladinhos porque somos estúpidos e masoquistas. É tão lamentável que ninguém saiba perceber a História! É tão triste que ninguém saiba que o principal responsável pelo caos nas reformas se deve a uma só pessoa que deu tudo aos retornados e depois por tabela deu a outros. Essa pessoa é ACSilva. Vejam o D._Lei nº. 380/89 de 27 de Outubro. Além destes houve muitos outros que desfalcaram a SSocial, que só foi criada quase em meados do século passado e quando começaram a aparecer em catadupa reformados, não havia dinheiro que chegasse, apesar do regime de capitalização. Os regimes não contributivos têm e devem ser suportados pelos impostos que pagamos. Se quiserem mais esclarecimentos eu dou. Não vendo nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Aníbal? Aquele que o Alegre competindo com o Mário, o fez eleger para nos levar ao calvário?

      Eliminar
    2. Se o Rogério tivesse alterado a ordem dos nomes, até concordava consigo.

      Eliminar
  8. Lamento tal postura... o que me leva, como independente , a afastar-me de algumas ajudas.

    Carlos , foi com ternura que o vi visitar o Mar à Vista.

    Beijo grande e boas férias.

    Ana

    ResponderEliminar
  9. Pois é. Desculpem a "grosseria", mas parece aquela anedota do cavalheiro apanhado pela rusga na "casa de meninas": - "Querem lá ver que a única puta aqui sou eu!?"

    ResponderEliminar
  10. Já escrevi aqui que o PCP disputa o espaço político do PS e não o espaço político do PSD e do CDS. Por isso não estranho esta postura do PCP.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O nervosismo não deixa os socialistas e simpatizantes do PS compreender uma coisa tão simples.

      Eliminar