sexta-feira, 15 de maio de 2015

A sondagem do Expresso



Sempre desconfiei de sondagens e, por isso, raras vezes as comento. Apenas quando há alguns factos relevantes, como é o caso da sondagem hoje publicada pelo Expresso.
Se bem me lembro, esta é a que revela maior distância entre o PS e os partidos da coligação mas  reitero a minha convicção de que haverá muitas surpresas em Outubro, nomeadamente na votação  nos pequenos partidos,  por isso, não me merece grande crédito.
Verdadeiramente relevante, nesta sondagem, é  constatar que a popularidade de Paulo Portas aumentou. Como é que um tipo constantemente humilhado, que se põe de cócoras perante quem o humilha, quase  suplicando  para ser mais vergastado, consegue aumentar a sua popularidade? Será a compaixão do tuga em relação aos fracos que justifica o resultado?
Nada surpreendente é o aumento da popularidade - apesar de tudo muito negativa- de Passos Coelho. Ele é o videirinho típico  que reúne num só corpo todas as características do tuga.
Tal como aconteceu em Itália com Berlusconni, os tugas revêem-se no espírito empreendedor do vendedor de banha da cobra que Passos Coelho incarna. O merceeiro rasca que recebe os clientes cheio de mesuras e sorrisos, mas o engana despudoradamente no momento de pesar o fiambre.  
Muitos tugas gostariam de o imitar. Outros tantos são réplicas perfeitas do chefe. 

11 comentários:

  1. Tens montes de razão. Entretanto espero que em Outubro, os dois Coelho e Portas saiam pela porta dos fundos. E quanto mais fundo melhor.

    ResponderEliminar
  2. Tens montes de razão. Entretanto espero que em Outubro, os dois Coelho e Portas saiam pela porta dos fundos. E quanto mais fundo melhor.

    ResponderEliminar
  3. Quando é que abre a caça ao coelho?

    ResponderEliminar
  4. Quer-me parecer que confundiu o atual com o anterior Primeiro Ministro, mas descanse que esse já foi caçado e tão depressa não rouba mais ninguém.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os direitolas andam aflitos, estão a invadir toods os blogues de centro e de esquerda. FEDEM!

      duarteO

      Eliminar
  5. Que nojo! Assim é, Carlos!!
    Este anónimo acima deve ter-se enganado no blog....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se enganou , por isso é anónimo.
      Subproduto desta direita descendente de negreiros.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    3. O anómimo quê?
      Uns morrem outros ficam assim.

      Eliminar
  6. Uma descrição perfeita deste miserável tuga e que muitos gostariam de imitar, porque lhe foi incutido na suas mentes que só se pode viver neste país através da servidão, da humilhação e do desenrascanço.
    Estou com medo pelo meu país, pois os media interesseiros encarregar-se-ão de convencer os tugas dizendo-lhes aquilo que eles quer ouvir. E, quanto a mim os pequenos partidos só servem para dispersar votos, já que ninguém pode contar com o pcp. Lembra-me uma amiga minha que concorreu pelo BE, nas últimas autárquicas a Lx, e que disse que o partido dela teve menos votos do que o partido pelos animais.

    ResponderEliminar
  7. Costuma-se dizer que as sondagens valem o que valem, e depois do que se passou no Reino Unido, começo a desconfiar delas.
    Concordo consigo quando diz que os pequenos partidos vão baralhar as contas todas, essa é mais uma razão para não acreditar em sondagens. Cheira-me até, que esses partidos por serem quase todos de esquerda, irão retirar muitos votos ao PS e se calhar até impedi-lo de ganhar as eleições. Uma coisa parece-me mais ou menos certa, independentemente de quem for o vencedor, não irá haver maioria absoluta para ninguém.

    ResponderEliminar