terça-feira, 14 de abril de 2015

A queda do mito



Paulo Macedo foi considerado, durante muito tempo, o melhor ministro deste governo. Comentadores e comunicação social garantiam que o ministro da saúde estava a reestruturar o SNS sem por em causa a sua manutenção.
O último trimestre de 2014 começou a revelar sinais de que afinal não era bem assim. Os caos das urgências, a dificuldade em encontrar alguns medicamentos e a morte de doentes com hepatite C porque o ministério andou meses a encanar a perna à rã, começaram a levantar desconfianças em relação a Paulo Macedo. Quem deixa morrer pessoas nos hospitais, por razões económicas não pode ser bom ministro.
Depois veio Passos Coelho  com aquela intervenção pulha "salvar pessoas da morte sim, mas desde que não seja muito caro" e ficamos todos a perceber que Paulo Macedo era um pau mandado que apenas fazia o que a dupla Marilu /Passos mandava. Finalmente, quando surgiu a notícia de que o governo estava a transferir as verbas dos hospitais públicos para os privados,  ficou clara a dimensão do embuste: a função de Paulo Macedo à frente do ministério da saúde tem como único objectivo entregar o SNS aos privados, tornando-o num negócio rentável. 
Ontem a TVI exibiu uma reportagem sobre o caos nas urgências e o país inteiro ficou a saber que  a saúde em Portugal é um pesadelo ( VER VIDEO ACIMA).
O mito "Paulo Macedo melhor ministro deste governo"  caiu definitivamente. É um crápula igual aos outros, apenas um bocadinho mais sofisticado na forma como está a destruir o país.

11 comentários:

  1. Então o que é que o Carlos me diz do Manuel Maria Carrilho, que quer que o António Costa expulse o José Sócrates do Partido Socialista.
    Saiu-lhe. A sério?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Francamente, Ematejoca! Este post trata de um assunto tão sério e o único comentário que lhe ocorre é sobre política rasca? Mas, como sabe a consideração que tenho por si, aqui fica a resposta: Não reconheço qualquer autoridade moral a MMC para vir pedir a expulsão de Sócrates. Um tipo que bate na mulher e se comporta como um selvagem, não tem lugar em nenhum partido democrático. Eu sei que nos partidos do governo há gente que também bate nas mulheres e anda por aí a fazer filhos e a recusar a paternidade e até estão no governo, mas isso não muda a minha opinião.
      Como sabe não sou militante do PS mas, se Sócrates vier a ser acusado, julgado e condenado, admito que venha a ser expulso.
      Até lá- e partindo do princípio que o PS não é um partido estalinista nem tem por hábito enviar para os Gulags quem se porta mal- aguardemos que a justiça cumpra o seu dever.
      Já agora, convido-a para passar pelo On the rocks ao final da tarde para tomar um cafezinho. É que hoje é o Dia Mundial do Café...

      Eliminar
    2. DESCULPE, Carlos, mas eu não sei quem é o Paulo Macedo!!!

      Eliminar
    3. DESCULPE, Carlos, mas eu não sei quem é o Paulo Macedo!!!

      Eliminar
    4. Também não precisa, Ematejoca. BASTA ver a bagunça que vai na saúde

      Eliminar
    5. Na saúde houve SEMPRE bagunça.

      Eliminar
  2. Paulo Macedo gozou da simpatia dos portugueses enquanto os conseguiu enganar. Com aquele ar pacífico, as palavras politicamente pensadas, as atitudes pouco convincentes enfim, também usado pelo chefe como pessoa a merecer crédito.

    Com a devida permissão, uma questão para a 'ematejoca'. Manuel Maria Carrilho está, definitivamente, passado. As ideias dele não são mais que bolhas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. MMC não está passado, Observador. Ele sempre foi passado e quanto a ideias próprias, foi coisa que nunca teve.

      Eliminar
  3. ... São os pés de barro de muito boa gente!

    ResponderEliminar
  4. A reportagem levada a efeito pela TVI,é o boneco acabado do apodrecimento do país levado a cabo por um governo(?)que não passa de um fungo maléfico com tiques de feirante calçado com uns sapatos de verniz comprados, em segunda mão, na feira da ladra.

    Quanto a MMC,aqui trazido sabe-se lá porquê,um conselho piedoso:vá arrotar para outra paróquia!!

    ResponderEliminar
  5. A área da saúde é das mais importantes e relevantes em qualquer parte.
    Leia o que hoje publiquei acerca do Secretário da área aqui em Macau.
    Estou a gostar do que estou a ver e ouvir nestes primeiros cem dias.
    Quem não cumpre vai para a rua.
    A começar por ele próprio.

    ResponderEliminar