sexta-feira, 17 de abril de 2015

A política é como tentar ir ao cu a um gato

" A diferença entre uma Democracia e uma Ditadura é que numa Democracia votamos primeiro e recebemos ordens depois; numa Ditadura não precisamos de perder tempo a votar".
( Charles Bukowski in " A política é como tentar ir ao cu a um gato", conto inserido na colectânea "A Mulher mais bonita da cidade", ED Alfaguara, Setembro de 2014)

Lembrei-me disto depois de ouvir Paulo Rangel, na TVI, a defender que se  as medidas tomadas hoje pelo conselho de ministros forem aprovadas em Bruxelas, o próximo governo tem de as cumprir.


2 comentários:

  1. Não disse nada de novo, Carlos.
    A integração europeia tem destas bizarrias.
    Aquele abraço, bfds

    ResponderEliminar
  2. Quando estava mais gordito parecia um barrilito com pernas, agora está mais elegante mas continua a rebolar como um barril. Anda sempre à roda. Dá o dito por não dito quando contestado pelos parceiros de painel. E porque sim e porque não, é confrangedor ouvi-lo. Se fosse mais inteligente já tinha reparado que a moderadora está quase sempre a ridicularizá-lo. D'Albano

    ResponderEliminar