segunda-feira, 16 de março de 2015

Uma mulher de visão



Faz hoje 22 anos que morreu Natália Correia.  Um bom pretexto para recordar as previsões que ela fez sobre Portugal e a Europa e que vêm reproduzidas no livro “O Botequim da Liberdade”  de Fernando Dacosta, cuja leitura volto  a recomendar ( Ed Casa das Letras 2013)

"Portugal vai entrar num tempo de subcultura, de retrocesso cultural, como toda a Europa, todo o Ocidente".
"Os neoliberais vão tentar destruir os sistemas sociais existentes, sobretudo os dirigidos aos idosos. Só me espanta que perante esta realidade ainda haja pessoas a pôr (...) votos neste reaccionário centrão".
"Há a cultura, a fé, o amor, a solidariedade. Que será, porém, de Portugal quando deixar de ter dirigentes que acreditem nestes valores?"
"As primeiras décadas do próximo milénio serão terríveis. Miséria, fome, corrupção, desemprego, violência, abater-se-ão aqui por muito tempo. A Comunidade Europeia vai ser um logro. O Serviço Nacional de Saúde, a maior conquista do 25 de Abril, o Estado Social e a independência nacional sofrerão gravíssimas rupturas. Abandonados, os idosos vão definhar, morrer, por falta de assistência e de comida. Espoliada, a classe média declinará, só haverá muito ricos e muito pobres". 

7 comentários:

  1. ~ ~ ~ Uma premonição fantástica, fabulosa e perfeita !! ~ ~ ~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  2. Carlosamigo

    Fui amigo da Natália Correia e por isso posso parecer suspeito... Mas ,mesmo assim, digo: na mouche!

    Abç

    ResponderEliminar
  3. ADENDA; PR (?) NA OCDE

    Escolheste e muito bem a Natália Correia para tema do teu texto acima.

    Mas não podes esquecer a triste figura do presidente do PSD, suposto PR, ao defender num areópago internacional de tanta importância a política do (des)Governo. Tal como escreve o Chicamigo Clamote no seu TERRA DOS ESPANTOS o sôr Silva foi MAIS PAPISTA QUE O PAPA. Essa dos 2% de crescimento nem ao almirante Tomás lembrava. Por isso só um adjectivo: gostei...


    Abç goês

    ResponderEliminar
  4. Uma mulher de GRANDE visão; quantas Natálias seriam necessárias hoje para acordar este povo morrinhento ?!
    M.A.A.

    ResponderEliminar
  5. Já conhecia.
    E tenho que subscrever o que o FerreirAmigo afirmou - na mouche!!!

    ResponderEliminar