quarta-feira, 18 de março de 2015

Gato escondido com o rabo de fora



O pm foi ao parlamento garantir que não existia  nenhuma lista VIP. Obviamente que já ninguém de bom senso  acredita  numa única palavra de um escroque que, ainda por cima, é um mentiroso compulsivo. 
O assunto poderia ter caído no esquecimento ( como os casos TECNOFORMA e  o "atraso" nos pagamentos à segurança social e a fisco) mas a oposição não desistiu e  o secretário de estado dos assuntos fiscais do CDS, João Núncio,  continuou a desmentir até à exaustão, chegando a dizer que uma investigação ao assunto seria uma perda de tempo.
Afinal a lista VIP existia mesmo. Ontem, já eu o tinha confirmado aqui, mas a demissão do director geral da Autoridade Tributária anunciada hoje (e imediatamente aceite) depois de a Visão divulgar a gravação da reunião em que um funcionário  a , tirou quaisquer dúvidas.
O governo reagiu como se esperava.  Não tem nada a ver com isso, nem deu instruções para a sua elaboração. A táctica de obrigar a demissão de um director geral, para ilibar o membro do governo responsável por uma canalhice é velha e relha. Neste governo, Paula Teixeira da Cruz também a ensaiou para se desresponsabilizar pelo caos do CITIUS, embora se tenha saído mal.
Agora que está confirmada a existência da lista e se conhecem os responsáveis directos, temos o direito de saber não só quais os nomes que a integram, mas também as responsabilidades do membro do governo da tutela.
Num país normal, pelo menos Paulo Núncio já teria ordem de marcha, mas nós vivemos num país onde a impunidade é geral e os responsáveis políticos gente  sem honra nem vergonha, que vai continuar a gozar-nos. 
Com a imbecilidade presidencial a assistir, impávida, sentada na marquise enquanto bebe chá quentinho e come umas bolachinhas que uma qualquer assessora de um membro do governo lhe foi levar, como agradecimento  pela sua passividade, este governo continua a exorbitar as suas funções e a violar a Constituição da República.
Mas se um terço dos portugueses gosta de ser gozado, enganado e roubado que se pode fazer?
Em tempo: o governo vem agora dizer que não há lista nenhuma. Há é procedimentos. Pronto, está bem, então eu mudo o título deste post. Em vez de  "gato escondido com rabo de fora" passa a ser " Gato oculto com o  rabo à mostra".
Quando é que esta canalha ganha um pouco de vergonha?

9 comentários:

  1. Se a 'canalha' não tem vergonha, sob que pretexto começará a tê-la?

    ResponderEliminar
  2. Ah, não há lista, mas há procedimentos?!? É como a PIDE quando mudou de nome para DGS... Cambada!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. ~
    ~ ~ ~ ~ B R A V O ! ~ ~ ~ ~

    ~ ~ Muito bem, Carlos. ~ ~
    ~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  4. Carlosamigo

    ... no dia de São Nunca à Tarde...
    E canalhas é pouco...

    Abç

    ResponderEliminar
  5. Isto bateu de tal maneira no fundo , a escumalha é tanta e tão descarada , que , nem daqui a 40 anos volta ao melhor momento após o 25 de Abril. Como já não vou estar por cá , resta-me vir até aqui e dizer o que penso. O meu círculo de amigas pensa de igual modo, mas eu sou mais afoita. M.A.A.

    ResponderEliminar
  6. Quanto mais falam acerca do assunto mais se enterram, Carlos.
    Já todos percebemos que a famigerada lista existe.
    Porque é que não o assumem??

    ResponderEliminar
  7. «temos o direito de saber não só quais os nomes que a integram»

    Já ouvi dizer que os nomes de Cristiano Ronaldo, Marcelo Rebelo de Sousa e Ricardo Salgado, constam na lista.

    «Num país normal, pelo menos Paulo Núncio já teria ordem de marcha»

    Evidentemente, mas o problema é que Portugal não é um país normal.



    ResponderEliminar