sábado, 21 de março de 2015

Esta mulher não engana

A entrevista   a Marine Le Pen  hoje publicada na revista do Expresso  pode arrepiar muita gente, mas temos de reconhecer que é corajosa. Quando  assume que quer restaurar a pena de morte, fechar as fonteiras a imigrantes e sair do euro, Marine Le Pen diz claramente ao que vem. Quem votar nela, sabe claramente o caminho que escolhe.
Tomara eu que em Portugal os políticos fossem tão sinceros e frontais.  Provavelmente Passos Coelho nunca teria chegado a primeiro ministro e saberíamos claramente em quem votar nas legislativas do Outono.

9 comentários:

  1. Se assim fosse, teríamos politicos e não uma espécie...

    ResponderEliminar
  2. Já li e ...dá que pensar.
    M.A.A.

    ResponderEliminar
  3. A desorientação política dos democratas está ajudando a tornar o mundo ainda mais perigoso do que é na realidade.
    O Valupi já duvida da honestidade de Sócrates e das qualidades de A. Costa e já anda próximo de julgar os juizes mais inteligentes e superiores.
    O Jumento duvida de Costa, de Sócrates e de quase todos políticos.
    Agora é a vez de aqui se fazer a apologia de Marine le Pen.
    Que faro político é o vosso que esquecem que uma personalidade nacionalista com o grau de Le Pen diz umas coisas, poucas e as que convém, mas são muito mais as coisa que não diz e esconde e que são, sobretudo, muito mais perigosas.
    Não tarda e estais como os democratas desorientados que, perante a confusão do fim da 1ª Républica, acabaram apoiando a "solução financeira salazarista" que imediatamente deu no que deu e vós sabeis.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó sr. José Neves,
      Vós não falais como um habitante dos Gorjões. Será que sois o padre da freguesia? Mas um padre também não falaria assim. Exclui-se dos democratas, conhece o pensamento dos neo-nazis, faz uma afirmação sobre o que o Jumento pensa do AC, que eu também acho que anda a castigar de mais. Mas olhe que eu sou democrata e posso afirmar-lhe que isto está muito mal, e o pessoal continua a gostar da canga em cima. Os nossos cofres estão cheios de pechisbeque, que não nos pertence, que nos sai muito caro, e que pode não valer nada, porque a bolsa está tão agitada, que se os juros podem dum dia para o outro pôr tudo de pantanas. Ontem pus esta notícia no meu FB: http://www.jornaldenegocios.pt/mercados/bolsa/detalhe/nasdaq_a_sete_pontos_do_maximo_historico.html
      Fique bem e avise-me se o cuco já chegou, porque caso contrário dá mesmo para ficar preocupado.

      Eliminar
    2. Apologia de Le Pen? Ó sr Neves, não lhe ensinaram na escola a interpretar um texto? Blaha-me Deus! Num habia nexexidade...

      Eliminar
  4. Marine Le Pen ...não li a entrevista.

    No entanto, Deus nos livre e guarde dela.

    Porém, com o caminho que as coisas estão tomando e o descalabro dos Partidos tradicionais, receio que nos vejamos sob o mando de criaturas muito perigosas.

    Amigo, dorme bem

    ResponderEliminar
  5. Bastava ter ouvido Passos Coelho para saber no que ia dar. Não era um melão por abrir.

    Tal como não o é António Costa. Quem votar nele sabendo de antemão que é incapaz de rasgar o Tratado Orçamental, vota na prossecução do caminho que seguimos. Depois não vale a pena queixarem-se de que não sabiam ao que vinha.

    Vai manter subidas dos IMI, IVA, Sacos de Plástico, Cortes em Pensões e apoios sociais, mudanças de Macedo e de Correia de Campos nos Hospitais (PPP e taxas moderadoras), Apertos no Superior, Código de rabalho, Despedimentos, Cortes nas Indemnizações.

    ResponderEliminar