segunda-feira, 2 de março de 2015

A cereja no topo do bolo




Marcelo pergunta como é que Passos pagou uma dívida "inexistente". O Pedro da Vespa diz que Passos Coelho foi vítima de um erro do Estado. Não tarda nada, devolve-lhe o dinheiro e ainda lhe paga juros e apresenta um pedido de desculpas.
Finalmente, a cereja no topo do bolo:  só falta que no 10 de Junho Cavaco, habituado a condecorar corruptos, vigaristas e caloteiros condecore o pm, invocando a governação de excelência, pautada pela seriedade e cumprimento do dever, sempre em defesa do interesse nacional.

8 comentários:

  1. Carlos, esta notícia ainda não tinha lido. Você mata-me do coração. Falaram tanto nas palavras do ano, mas para estas atitudes, não há adjectivos, advérbios ou o raio que os parta. Desejo-lhe uma melhor semana.

    ResponderEliminar
  2. Carlos, esta notícia ainda não tinha lido. Você mata-me do coração. Falaram tanto nas palavras do ano, mas para estas atitudes, não há adjectivos, advérbios ou o raio que os parta. Desejo-lhe uma melhor semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ATENÇÃO! A parte da condecoração é só uma possibilidade aventada por mim. Vou já emendar o texto, para não gerar confusões.

      Eliminar
    2. Que raio de vida a minha, ou do blogue. Se calar já estou com Parkinson. Ou publica duas vezes ou perco o comentário, com me aconteceu, há pouco, onde tinha feito um bonito comentário sobre Varoufakis. What a man! Se ainda me restarem energias, volto ao homem. Porque raio eu nunca me habituei a fazer rascunhos e escrevo sempre de improviso?

      Eliminar
  3. Mais um excelso condecorado como o melhor CEO. Mariana Mortágua tem sido uma excelente revelação. Sábia, discreta, mas incisiva. Sabe o que está a fazer.
    http://expresso.sapo.pt/o-video-de-zeinal-gestor-sem-memoria-nao-atuei-nao-li-nao-fiz-nada=f912797

    ResponderEliminar
  4. Ora bem - se PPC não toma a iniciativa de se demitir, e devia fazê-lo, o PR, devia aconselhá-lo a tomar esse caminho.
    Ou então ensaiar o "obviamente, demito-o".

    ResponderEliminar