sábado, 20 de dezembro de 2014

Esperem pela volta...

Não  tenho qualquer simpatia por Putin, mas estou bastante preocupado com a crise que ameaça fazer colapsar a economia russa. Não só pelo perigo que  pode constituir para o mundo ocidental, mas também pelos estilhaços que poderá provocar na nossa débil economia.
 Putin é uma espécie de Ricardo Salgado e não vai cair sozinho, sem oferecer resistência e armadilhar o caminho.
O efeito boomerang das sanções aplicadas pela Europa e EUA a Moscovo, pode causar graves danos na economia europeia ( e mundial) nos próximos tempos.

3 comentários:

  1. Será bom que o Ocidente, EUA incluído, analisem bem a situação, embora sem se ajoelharem diante de Putin.

    ResponderEliminar
  2. Abraham Studebakersábado, 20 dezembro, 2014

    Por ser jovem,ignorante ou as duas coisas,demonstra desconhecer qual foi e é o papel da Rússia no Mundo,desde o início da sua História até hoje. Como guardiã de uma civilização ,nunca hesitando em parar e derrotar abortos da civilização ocidental, como Napoleão e Hitler.Tal facto ainda hoje indispõe muito conservador,confiados que estavam de a águia napoleónica ou alemã destruir a dita "ameaça". Sendo Putin o actual líder de um tal colosso,mesmo não sendo comunista,faz sombra aos ditos senhores do mundo,agora corridos do Afganistão como chacais.Lembrem-se das vítimas russas dos mujahedins e de quem dava armas e tudo o resto a essa canalha então "amiga"Pudor não é só esconder a região genital....

    ResponderEliminar
  3. Sinceramente até tenho alguma admiração por Vladimir Putin, embora não passe de um «comunista reciclado» em nacionalista russo, tem qualidades de liderança. Aparentemente não deixa nenhum russo para trás, onde quer que ele se encontre, infelizmente esta última qualidade não faz parte das qualidades de muitos líderes ocidentais.
    O recentemente falecido Christophe de Margerie, presidente da Total disse e com razão que a Rússia sem Putin era o caos.

    Também há reverso da medalha Putin, foi formatado na escola totalitária comunista e isso vem muitas vezes à superfície, também é vergonhoso que na Rússia actual ainda sejam assassinados tantos jornalistas por razões misteriosas.

    É certo que com esta desvalorização brutal do rublo, já vai numa relação de 1€/70rublos, bem longe da relação 1€/38rublos de Agosto de 2011, altura em que visitei em são Petersburgo.
    Putin pode ser tentado a fazer uma fuga para a frente e isso pode ser mau para todos. No entanto não creio que a Rússia seja assim tão poderosa para meter tanto medo ao Ocidente. Mas também há aquela célebre frase: «A Rússia não é tão forte como se julga, mas também não é tão fraca como se pensa». A reflectir!

    ResponderEliminar