terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Deixa lá, Lima! Dizem que só doi a primeira vez...

Ao decretar os serviços mínimos para o período de greve da TAP e considerar a requisição civil despropositada, o Tribunal arbitral mandou Pires de Lima e restantes membros do governo, enfiar a requisição civil no terminal do intestino grosso

1 comentário:

  1. Nem poderia ser de outra forma. A requisição civil, no contexto, era ilegal.

    ResponderEliminar