domingo, 12 de outubro de 2014

Ilusionismo




Ao que tudo indica, a taxa extraordinária do IRS vai descer de 3,5% para 2,5%. poderá parecer bom mas,por duas razões, esta boa notícia não é mais doq ue um número de ilusionismo.
Em primeiro lugar, porque o governo garantira que a taxa extraordinária apenas se aplicaria durante o programa de ajustamento. Em segundo, porque essa redução de 1% irá ser compensada com a Fiscalidade Verde, um novo imposto com o qual concordo mas, não conhecendo ainda os contornos da sua aplicação, me abstenho para já de comentar.
Por agora, o que interessa realçar é que a descida dos impostos para os cidadãos é um mero número de ilusionismo. Diminuem os impostos sobre o trabalho, mas não a carga fiscal.
Por outro lado, relembro que o IRC baixa 2% não havendo, neste caso- ao que se saiba- medidas compensatórias. Ora isso significa que mais uma vez o governo baixa os impostos sobre as empresas, mas mantém a receita fiscal a cobrar aos cidadãos. 
Razão suficiente para que o PS vote contra o OE 2015.

6 comentários:

  1. O ilusionismo, sem qualquer outra ilusão
    durará até ao verão

    ResponderEliminar
  2. Afinal parece que nem sequer há essa ilusória descida da sobretaxa do IRS...

    ResponderEliminar
  3. Trapaças e ilusões de ótica para enganar o Zé.... Seja de uma maneira ou de outra...

    ResponderEliminar
  4. Vamos ver se vota contra e não faça como no tempo de Seguro...Constantes abstenções!

    ResponderEliminar
  5. Só para lembrar um pequeno pormenor que não é divulgado. Maria Luís saiu á pressa para ir mostrar o orçamento á Comissão da Merkolandia. Ora já se sabe que Portugal mesmo com as taxas de juro quase a 0%, não consegue sair da crise e temos que esperar pelo regresso da meretriz para a mentira ser desmascarada.

    ResponderEliminar
  6. Vamos ver, Carlos.
    Aposto mais numa abstenção.

    ResponderEliminar