segunda-feira, 19 de maio de 2014

PSD contrata psicólogo para a campanha eleitoral

Um amigo psicólogo, especialista em terapia familiar, costumava aconselhar os casais a evitar discussões estéreis e violência, partindo objectos para libertar as pulsões.
"Isso acalma-vos e evita males maiores" - lançava em tom de aviso
Provavelmente no PSD alguém conhecia este psicólogo e decidiu contratar para a campanha um psicólogo  que ao sábado costuma demonstrar, num canal de televisão, a sua capacidade de adivinhação. Logo na primeira sessão de terapia, não esteve com rodeios e disse aos simpatizantes laranja:
" Desabafem nas redes sociais, mas não deixem de votar neles"
O que talvez  MM não soubesse é que um dia, um paciente do psicólogo meu amigo entrou no consultório muito queixoso e com um grande penso na testa.
- Então que lhe aconteceu?- perguntou o meu amigo
- A culpa foi sua, senhor doutor!
- Minha? Então porquê?
- A minha mulher seguiu o seu conselho e, no meio da discussão pegou num cinzeiro pesado que temos na sala mas, em vez de o partir contra a parede, partiu-o na minha cabeça.
Faço votos para que aconteça o mesmo aos eleitores que no próximo domingo sigam o conselho do psicólogo laranjas e votem neles



8 comentários:

  1. Respostas
    1. Apanhem com um tijolo nas trombas, Francisco. Hoje estou um verdadeiro democrata, não achas? :-)

      Eliminar
    2. Também pode ser, mas um derrota monumental era o que eu adorava!!

      Eliminar
  2. Psicólogo?

    O que lhes faz falta
    é mesmo um... psiquiatra

    ResponderEliminar
  3. Ora ai etá uma excelente possibilidade de melhorar a média qualitativa dos habitantes do retângulo!E se os votos manifestados,em forma de desejo,pelo amigo Carlos de Oliveira,tiverem uma multiplicação com a ordem de grandeza de muitas centenas de milhares,então o acontecimento será motivo de muita e boa conversa.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  4. Faço meus os seus votos!..... uma valente derrota nas urnas seria uma excelente terapia para o psicólogo de serviço ao PSD e a todos os seus "doentes" com alter ego.

    ResponderEliminar