terça-feira, 27 de maio de 2014

Cabecinha pensadora!

Se era preciso um sinal para confirmar a desorientação de Seguro, após a pífia vitória de domingo, ele apressou-se a transmiti-lo ao país. Ao  confirmar que o PS votaria  a favor da moção de censura que o PCP vai apresentar na AR para fazer um frete ao governo, Seguro confirmou igualmente que anda a ver passar os comboios. 
Já não se estranha esta verdadeira paixão que  PCP e PSD alimentam há anos. Surpreende é que um líder fragilizado como Seguro, depois de uma vitória pífia, não tenha percebido que a moção de censura do PCP tem como único objectivo entalá-lo a ele e ao PS. 
Como é que um homem  que se deixa apanhar nesta armadilha quase pueril, pode ter a confiança dos portugueses para ser primeiro ministro? Se ele ainda não percebeu o mais elementar da estratégia política do PCP, como vai perceber a Europa? 

5 comentários:

  1. Mais um excelente artigo de alguém que admito há imenso tempo.

    Quanto a Seguro, se tivesse algum senso faria o que fez o seu homólogo espanhol: apresentaria demissão!

    Ou o PS muda de vida e de rumo e de Direcção ou corremos o sério risco de ter outra vez a Direita a vencer as próximas legislativas...

    meu amigo, fica bem...e , se possível, menos triste do que eu!

    ResponderEliminar
  2. Finalmente Costa avançou! Tarde e às más horas...será que Seguro se demite e assume não ter estadismo para o cargo? Se ele não se demitir, Costa terá a vida complicada devido à blindagem dos estatutos. António Costa malbaratou anteriores oportunidades. Espero que ele possa vir a liderar o PS.

    ResponderEliminar
  3. PS acorda para a vida, caso contrário é morte pela certa!

    ResponderEliminar
  4. Se ainda existe alguma capacidade de discernimento no seio do PS, esta é hora de António Costa. Creio que já todos sabiamos que nunca seria Seguro a liderar o PS para vencer as legislativas.É um líder fraco, um yes man, que não tem estofo para mobilizar as plateias e para voltar a liderar os socialistas como o país precisa. Seguro aguentou à queima roupa a estratégia do fraco, para que agora num impulso final, o PS possa ganhar velocidade para bater este governo de coligação.Costa sabía-o que como mestre e sabiamente, esperou pelo tempo certo, para se chegar à frente. Se neste país o centrão político é a solução para tudo, creio que a ultima esperança que nos resta é esta. Só o PS terá condições de refundar e reajustar os erros que cometeu. É tempo de se iniciar um novo ciclo politico, com novos intervenientes e novas perspectivas na Europa...o povo exige, e espero que o Partido Socialista, o perceba definitivamente.

    ResponderEliminar
  5. Seguro é um líder gaseado - apoiar uma moção do PCP deste forma, jogar no escuro?
    Quem se ri?
    Passos Coelho e Portas, obviamente.

    ResponderEliminar