sexta-feira, 30 de maio de 2014

Bibó Porto (3)

Não há nenhuma livraria em Portugal  ( e poucas existem no mundo) que, em anos sucessivos, tenha sido considerada por publicações como a Lonely Planet, ou The Guardian, uma das três mais belas livrarias do mundo.
À Lello não se vai apenas para ver livros. Também se lá vai para ver arte!

17 comentários:

  1. Nunca me desculpo por nunca lá ter ido.

    ResponderEliminar
  2. À Lello não se vai apenas para ver livros ou arte, mas também para passar uns MOMENTOS FELIZES!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A ver livros e arte, passam-se momentos muito felizes, Ematejoca! :)

      Um abraço.

      Eliminar
    2. Os momentos felizes que passei na Lello não foi a ver livros ou arte, minha querida Janita!!!

      Eliminar
  3. É um lugar de culto, um dos espaços mais emblemáticos da linda cidade do Porto.

    ResponderEliminar
  4. A Livraria Lello é toda ela uma obra de arte... um espaço que nao podia faltar nesta rubrica!

    ResponderEliminar
  5. Arte,Literatura,poesia,bom gosto e sonhar.Sonhar muito.....e sentir, espinha acima, uma vontade imensa de saltar para a outra margem e embebedar-me de prazer e de História;a tela imensa pintalgada de cores e circunvalações pictóricas produzida por homens e mulheres através dos tempos e,regressado à margem inicial,instalar-me na "mãe preta",pedir um arrozinho de feijão vermelho com uns carapaus fritos e umas iscas,ao som do bebericar dum tinto duriense,recordar Eugénio de Andrade, relendo-o, e sentir o tempo em que fui o menino de minha mãe.
    Grande Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, grande Morgado de Basto! Isso é que saber viver ouvindo a voz do coração....Bonito!
      Lindo, "Menino de sua Mãe".

      Morgadinha:)

      Eliminar
  6. A "oitava" maravilha!!! Belíssima .
    xx

    ResponderEliminar
  7. Nesta fotografia , estão dois lugares que frequento obrigatoriamente quando vou ao Porto. O primeiro , não interessa agora , mas logo a seguir desço 3 ou 4 metros e entro na livraria, que é uma delicia em todos os aspectos.Ultimamente , estão sempre guias e os respectivos grupos , que incessantemente tiram fotos.
    M.A.A.

    ResponderEliminar
  8. Só me ocorre, que por aqui, há livrarias que vão morrendo...

    ResponderEliminar
  9. Não conhecia esta livraria, até ter entrado nela pela 1.ª e única vez em Março de 2014, e fiquei de boca aberta, a livraria só por si é um monumento, fora as carradas de livros que se podem comprar e até ler um pouco lá dentro.
    Quem vai ao Porto e não visita esta livraria, perde uma boa parte do Porto.

    ResponderEliminar
  10. nos últimos tempos passava por lá muitas vezes, fazendo o caminho Estação de São Bento - Campanhã, nunca percebi porque é que tendo visto entrevistas dos proprietários que se queixavam da crise e da dificuldade de aguentar a livraria, ao domingo e feriados a livraria estava fechada e os turistas à porta a fotografar a fachada eram imensos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. digo, caminho de São Bento- Hospital de Santo António

      Eliminar
  11. A livraria precisa ser visitado, sem dúvida... já lá fui várias vezes, mas nunca lá comprarei nada... Quase todos os livros que lá consultei estavam mais caros (bastante) do que noutras livrarias. Bem sei do valor do edifício, bem sei da dificuldade que o tradicional tem em competir com o moderno, mas não há boa vontade ou amor aos livros que resistam ao saque.

    ResponderEliminar