domingo, 19 de janeiro de 2014

Mi Buenos Aires querido

Morreu esta semana Juan Gelman, um poeta argentino, grande resistente da ditadura. Nascido em Buenos Aires, em 1930, Gelman escreveu muitos poemas sobre Buenos Aires, cidade que tal como eu amava desmesuradamente.
Aqui vos deixo um excerto de Mi Buenos Aires querido:
"Sentado al borde de una silla desfondada, 
mareado, enfermo, casi vivo, 
escribo versos previamente llorados 
por la ciudad donde nací.(...)" 

E remato com uma pergunta: não vos faz lembrar ninguém?

7 comentários:

  1. Não, não o conhecia....mas quando olhei pareceu-me o José Mário Branco!

    Que esteja em paz.

    Boa semana par ti, amigo, rrss

    ResponderEliminar
  2. A mim faz-me lembrar o meu tio Fernando!

    ResponderEliminar
  3. "... Las ventanitas de mis calles de Arrabal,
    donde sonríe una muchachita en flor;
    quiero de nuevo yo volver a contemplar
    aquellos ojos que acarician al mirar.
    En la cortada más maleva una canción,
    dice su ruego de coraje y de pasión;
    una promesa y un suspirar
    borró una lágrima de pena aquel cantar.

    Mi Buenos Aires querido....
    cuando yo te vuelva a ver...
    no habrá más penas ni olvido...

    Faz-me lembrar o 'nosso' Vitorino!...

    ResponderEliminar
  4. Alinho com a São - José Mário Branco.
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  5. Não conhecia. Mas " Mi Buenos Aires Querido" , faz-me lembrar Carlos Gardel , que me habituei a ouvir e a gostar com meu pai.
    M.A.A.

    ResponderEliminar
  6. DN - excerto entrevista de Pedro Correia a José Mário Branco
    "Qual é o seu maior sonho?
    Que haja bom senso suficiente para fazer a revolução..."
    Um argentino, outro português...nada os/ nos afasta nas convicções. A linguagem da justiça social é universal e partilha o mesmo rosto.

    ResponderEliminar

  7. Também não conheci Juan Gelman...
    E na continuação dos comentadores anteriores, mal olhei para a fotografia vi José Mário Branco, tal como a São e o Pedro.
    Pelos vistos, as semelhanças entre os dois não são apenas na aparência física.


    Um beijinho
    (^^)

    ResponderEliminar