quinta-feira, 7 de novembro de 2013

A minha opinião? Os pobrezinhos são uns invejosos "Sei lá!"

Vejamos o lado positivo da coisa: ela não tem neurónios, mas tem opiniões.
O problema não é ela não ter neurónios, é haver um canal de televisão que a convide para dar opiniões.

16 comentários:

  1. Não sei se ela tem neurónios, mas pelo que vejo aqui, ela é MUITÍSSIMO SEXY!!!

    Para que quer uma mulher com neurónios?
    Neurónios já o Carlos os tem!

    ResponderEliminar
  2. Que falta de sensibilidade e de conhecimento pelo que se passa no País. Quem se manifesta fá-lo por gosto! É como ir à praia ou a uma festa! Que falta de argumentos tem esta senhora. Por alguma coisa é loira. Refiro-me às loiras que inundam este País e não às louras.

    ResponderEliminar
  3. Loira ou não loira, ela ganha rios de dinheiro com a sua literatura de cordel.
    O resto são cantigas e um pouquito de inveja pelo seu sucesso literário.

    Pergunta impertinente:

    São as louras ou as morenas que compram os romances dela?
    Em segredo: são os loiros/louros e os morenos que se pelam para ler o que ela escreve!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que vi o vídeo, Carlos, que está a gerar uma controvérsia muito intensa nas redes sociais.

      Para a autora, que acabou de lançar o seu 19º livro, «Há sempre uma primeira vez», não há publicidade mais barata e eficiente do que esta acalorada polémica.

      E o Carlos continua a pensar que ela não tem neurónios?

      Eliminar
    2. Era preciso que fosse suficientemente esperta para atingir isso...não me parece francamente que seja o caso. Quem já teve oportunidade de conhecer a pessoa pessoalmente não fica com dúvidas sobre quantos neurónios ainda tem e que funcionam.

      Eliminar
  4. Esta criatura não (me ) merece comentários sequer.

    Só critico que seja uma televisão pública paga como os meus impostos a dar-lhe tempo de antena.

    Abraço, Carlos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Condordo contigo, São, perder tempo com ela, é dar pérolas a porcos.

      Ela tem um grande público, daí a RTP! convidá-la para opiniar sobre os acontecimentos do dia.

      Já não é a primeira vez que o nosso amigo Carlos fala dela aqui.

      Eliminar
  5. ematejoca, permita-me uma correcção, pode haver "inveja" pelo seu "sucesso" editorial, mas nunca pelo seu sucesso "literário", uma vez que, como certamente saberá, existe uma grande diferença entre "escrita" que é o que todos os mortais alfabetizados fazem, e a "literatura", reservada a uns poucos. quanto ao resto cada um lê o que quer, na certeza de que só lemos o que somos, ou aquilo em que nos revemos.
    cumprimentos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu, pobrezinha, tenho INVEJA DO SUCESSO EDITORIAL da Margarida Rebelo Pinto!!!

      Cumprimentos também para si, Ariel.

      Eliminar
  6. Há alguns anos, o agora presidente da ERC convidou esta "génia literária" para dar umas aulas na Escola Superior de Jornalismo... Há carreiras que se constroem de competência, há outras que crescem de oportunidades.O resultado quando não é consistente, estala a vista. Enfim, cada um melhor que outro...

    ResponderEliminar
  7. Estive a ouvir pela metade a conversa desta espécie grotesca cujo dinheiro, o nosso, ajuda a promover a venda do livro...
    Sim, porque há "neurónios " que ainda o Lêem...
    Uma vergonha.
    Abraço, Carlos.

    ResponderEliminar
  8. Diz-me o que lês , dir-te-ei quem és. M.A.A.

    ResponderEliminar
  9. Nunca li nada dela e tentei ouvi-la mas não me interessou... :(
    xx

    ResponderEliminar
  10. Alinho com a ematejoca - já teve tempo de antena a mais

    ResponderEliminar
  11. uma estúpida que vai fazer publicidade ao próprio livro, e que depois trata os potenciais compradores com imbecis!!!!!! esta atrasada mental em tempos sofreu um AVC! quanto terá custado ao Estado curar esta anormal para vir agora aqui zurrar em taxas moderadoras?
    Bom, pelo que se ouviu ela não ficou bem curada, parece que lhe ligaram o intestino grosso ao cérebro, mas se calhar só assim haveria alguma hipótese de sobreviver!
    eu confio nos médicos!

    ResponderEliminar