quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Rosemary's Babies


Um pouco por toda a Europa vão-se ouvindo vozes e  assistindo a manifestações de protesto contra os imigrantes. Acusam-nos de andarem a roubar postos de trabalho.
Há alguns anos os imigrantes eram bem recebidos nos países de acolhimento, era inimaginável que o Mediterrâneo  se tonasse um cemitério  e Lampedusa  uma prisão para  africanos famintos.
Um pouco por toda a Europa, os ciganos tornam-se alvo da ira popular e a justiça  apresta-se a ser conivente.
Há alguns anos nenhum polícia ousaria roubar uma criança aos pais e acusá-los de rapto, apenas porque a criança era loira e os pais  ciganos. Ou, se acontecesse, haveria fortes consequências  para quem cometesse a leviandade. Hoje,  isso é  possível – vejam o que  aconteceu na Irlanda- a reacção popular é de indiferença e  ninguém é aparentemente responsabilizado quando se  prova que a criança é mesmo filha dos ciganos.
Nesta escalada, o próximo alvo serão os velhos. Já há sinais de intolerância aos velhos e é bom lembrar que quem desenterrou o machado de guerra em Portugal, sobre essa matéria, foi o próprio primeiro-ministro.  Hoje,  um qualquer mentecapto como Henrique Raposo ou Duarte Marques ( ex - líder da JSD) escreve nos jornais, ou toma palavra no parlamento para acusar os velhos de serem responsáveis pelo  desemprego.
Há poucos anos, os velhos ainda eram respeitados. Hoje, são apontados a dedo pelos jovens como causa de todos os males que os afectam . Esses jovens estão na comunicação social, são juízes,  estão no poder ou noutros centros de decisão. O ódio que têm aos velhos assusta-me.
Saber que são filhos e netos da minha geração, que  nunca lhes soube dizer não, os apaparicou com toda a merda consumista  e se submeteu aos seus caprichos  por medo, oportunismo, incapacidade ou sentimento de culpa, revolta-me!
Foi muito por culpa do comportamento dos adultos que chegámos aqui. Mas continuamos a não saber dizer NÃO!

4 comentários:

  1. Nunca tinha parado para pensar nisto, tens toda a razão.

    ResponderEliminar
  2. O ódio e o pouco respeito que se tem pelas pessoas idosas ou melhor com mais idade. Um dia esses jovens serão velhos e aí saberão pelo que passaram as pessoas mais velhas deste país. Um tempo soluciona tudo e abre os olhos daqueles que não querem ver. Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. E esses jovens esquecem-se que, com sorte, um dia serão velhos, Carlos.
    Que exemplo estão a dar aos filhos e com que consequências?

    ResponderEliminar
  4. Uma triste realidade .Nem sabemos se temos filhos nossos amigos ....triste !

    ResponderEliminar