segunda-feira, 7 de outubro de 2013

E a próxima medida do governo é...

4 comentários:

  1. A situação está passar todos os limites da decência , francamente!

    E o reformado de Boliqueime , continua sereno e impávido a debitar tudo e o seu contrário, tornando-se conivente com estes ataques sucessivos aos mais indefesos.

    Aliás, o primeiro ataque ao funcionalismo público foi de Sua Excelência, não esqueçamos. A solução, segundo a sua iluminada cabeça, nem era a reforma , era tão só que morressem!

    Desejo que estejas melhor, meu amigo

    ResponderEliminar
  2. ah ah ah lá começam os alarmes dos cemitérios a tocar a toda a hora... ah, pobres encarrgados que, de cuecas, lá terão de ir a meio da noite!

    ResponderEliminar
  3. ...e a seguinte será... matar todos os reformados. Não andam aqui a fazer nada! Só dão despesa!...

    ResponderEliminar
  4. Na estratégia militar existem "as manobras de diversão" que consiste em distrair o inimigo num local para o atacar noutro lado. Portugal é um teatro de guerra, o Portas distrai como pode e o Pedrocas da lambreta ataca noutro lado. Não esquecer o Macedo do SNS. A finalidade é liquidar a Peste (Grisalha). Seria mais fácil através da metralha, mas as balas custam dinheiro.
    D'Albano

    ResponderEliminar