quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Cahiers du cinéma



Criada em 1951, a revista Cahiers du Cinema era uma espécie de Bíblia para quem queria estar a par das grandes novidades da Sétima Arte.
Nos anos 60, era um ícone dos cineclubistas e dos amantes de cinema em geral. Mote para tertúlias, os Cahiers du Cinema foram fundamentais na formação cinéfila de muitos jovens e adultos portugueses. Sem se deixar dominar por lobbies, ou submeter aos ditames da indústria de Hollywood, os CC continuam a ser sessenta anos depois, continua a ser uma revista de referência, o que atesta a sua qualidade e credibilidade.
No dia em que encerro o Mês da Francofonia, presto homenagem a uma revista que sempre me deu bons conselhos.


2 comentários:

  1. O Carlos não podia fechar melhor o Mês da Francofonia.

    Embora eu não tenha uma preferência especial pelos filmes franceses, considero os Cahiers du Cinema uma preciosidade.

    Boa noite!

    ResponderEliminar