domingo, 6 de outubro de 2013

Amor de Mãe é...

2 comentários:

  1. É fácil dizer mal de Seguro, e dá um jeitão aos alapados do desgoverno e, já agora, com a bênção de muitos "jornalistas" acríticos, vendidos ou acagaçados que promovem a "clareza de raciocínio" do povo!!!...Claro que a esta srª compete proteger o tacho da "irrevogável" e "dissimulada" cria!....

    ResponderEliminar
  2. Atirar a Seguro tornou-se moda de todos os lados:
    - À coligação reacionária, só interessa se conseguirem prendê-lo a consenso, ainda que mínimo. Na semana de Julho pós-irrevogável ao assistirmos ao desfile de Banqueiros /empresários /consultores/ advogados/comentadores/jornalistas avençados pressionando-o sem vergonha, recebemos um curso de formação política do + baixo nível.
    - Da esquerda dura dita pura, o expectável.
    - De dentro do PS, a guerrilha surda, de onde em onde audível. Esconderam-se atrás de AC, mas tiveram azar. AC tem peso próprio não é empurrável. Com estes convergiram uns quantos idiotas úteis, como sempre acontece qd faltam neurónios.
    AJS tem vindo a fazer uma revitalização, rejuvenescimento do PS que vai fazendo o seu caminho. AJS é + duro de roer e + determinado do que aparenta e de que o pintam. passaram 2 anos, muitos difíceis, no olho do furacão. Ganhou autárquicas, vai continuar a reorganização do PS. Ganhar as Europeias e se não ocorrer nenhum grande cataclismo entretanto, e que não vejo Será PM. Aposto

    ResponderEliminar