segunda-feira, 14 de outubro de 2013

A mim não me enganas tu!

Paulo Portas, com aquela esperteza saloia dos vendedores de  banha da cobra, veio anunciar ao país que só haverá cortes nas pensões de sobrevivência quando o valor acumulado for superior a dois mil euros.
O malabarista do Eduardo VII pensa que somos todos parvos? Lá porque a medida só se aplica acima daquele valor, deixa de ser roubo? 
Ladeado por uma  das  loiras do regime e pelo ministro da Vespa, Portas tentou passar a ideia de que quem rouba um tostão é ladrão, mas quem rouba um milhão é  espertalhão. Entrementes, desviou as atenções de todas as outras medidas que o governo esteve a cozinhar durante todo o dia de domingo e vão atingir a classe média e os mais desfavorecidos. E nem uma palavra nos cortes dos funcionários públicos que ganhem mais de 600 e tal euros.
Não há dúvida que Coelho fez uma boa escolha ao trocar Gaspar por Portas. Este tem muito mais jeito para a dissimulação e a mentira

2 comentários:

  1. O MALABARISTA DO EDUARDO VII ....bem falado....M.A.A.

    ResponderEliminar
  2. O MALABARISTA DO EDUARDO VII...bem falado...M.A.A.

    ResponderEliminar