sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Mais cenários para a noite de domingo

Continuando a análise às autárquicas ontem iniciada aqui

Sintra- O cenário é exactamente igual ao de Gaia. Vitória apertada para o PS, com o independente ( vice de Seara) em segundo lugar. Se o PSD – terceiro a alguma distância dos dois primeiros- conseguir eleger um vereador, as contas ficam baralhadas e o candidato independente poderá ser o fiel da balança.
Oeiras-  Será  Moita Flores derrotado pelo fantasma de Isaltino Morais?  Se  Paulo Vistas vencer, como indicam algumas sondagens, será uma derrota humilhante para o PSD. ( O PS está fora da corrida).
É muito curioso observar o comportamento dos eleitores oeirenses- o concelho com mais licenciados por metro quadrado e um daqueles onde as pessoas têm mais poder de compra.
A vitória de Paulo Vistas confirmará  que até o fantasma de Isaltino é capaz de vencer um candidato apoado por uma máquina partidária
Seja quem for o vencedor, será uma luta renhida ( esperemos que sem mais cenas de pugilato) e, se o PS conseguir eleger um vereador, as contas poderão ficar baralhadas como em Sintra ou Gaia. Com a diferença de que, neste caso, poderá ser o PS o fiel da balança. Uma aliança PSD/PS em perspectiva?

Loures- Aqui não há candidaturas independentes.O PS poderá manter a câmara, mas a vitória será cerrada, com apenas mais um vereador do que a CDU. Os dois vereadores do PSD  farão por isso a diferença  e-  diz a experiência – a tendência nestas situações é haver uma aliança CDU/PSD contra o PS.  Foi graças a uma aliança semelhante que Rui Rio conseguiu garantir o seu primeiro mandato no Porto  e perpetuar-se à frente da autarquia durante 12 anos.
Resumindo: a noite eleitoral de domingo poderá ser bem mais animada do que se poderia esperar. Há candidatos que  terão uma vitória com sabor amargo  e alguns derrotados – nomeadamente independentes-   que, sendo fundamentais para facilitar uma maioria ao vencedor, poderão sorrir.
Irá ser determinante, nos dias seguintes, saber com quem se aliarão os independentes do PSD (ou Rui Moreira, no Porto), até porque dessas alianças poderá  - em alguns casos- fazer-se uma  extrapolação para as legislativas de 2015.

3 comentários:

  1. Quem me dera que a minha amiga Angie fizesse uma aliança com "Die Linke" a Esquerda (CDU são os comunistas, não é verdade?) e mandasse os socialistas (SPD) à m...., que estão a fazer birra, esquecendo que só tiveram 25,6%.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A victória de 41,7% da minha amiga Angie também tem um sabor bem amargo, porque ela quer a toda a força a aliança com os socialistas, e eles estão a querer vender o seu peixinho a um preço alto demais.

      Vamos lá ver no domingo!

      Eliminar
  2. O meu cenário para a noite de Domingo é desligar a TV e ler.

    ResponderEliminar