quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Domingo à noite: o cenário das vitórias de Pirro

Abstenho-me de fazer prognósticos sobre as autárquicas, ou cogitações prévias sobre o que será uma vitória e uma derrota  de partidos do governo e da oposição. 
Creio que muito mais interessante do que esse raciocínio especulativo  dos comentadores encartados, é tentar – com base nas sondagens conhecidas-  antecipar o cenário pós eleitoral  em alguns concelhos, onde os independentes vão baralhar as contas e atrapalhar a vida aos  vencedores e/ou aos seus partidos de origem.
É muito provável que no domingo à noite  haja vencedores com sorriso amarelo e vencidos com um sorriso de orelha a orelha.
Escolhi para amostra os concelhos de Porto, Matosinhos, Gaia,  Sintra, Loures  e Oeiras.
Porto-  A vitória de Luís Filipe Meneses parece  certa  mas - tudo indica - será escassa. O PSD irá, muito provavelmente, cantar vitória , os holofotes televisivos  vão incidir sobre ele na noite de domingo, mas na segunda-feira vai ter um grande problema para resolver. Com quem se vai coligar para garantir a governabilidade da Câmara? 
Partindo do princípio que Nuno Cardoso  não elegerá nenhum vereador ( ele só está na corrida para fazer o jeito a Meneses e atrapalhar a vida do PS) LFM terá de se coligar com o PS ou com o independente Rui Moreira (apoiado pelo CDS). Seria a aliança natural, pois repercutiria a nível local a aliança governativa.  No entanto, se Rui Moreira – há muito bastante crítico deste governo-  tiver algumas ambições políticas que extravasem a cidade do Porto, uma aliança com LFM é pouco provável. 
E que fará  nesse caso o PS? Dará a mão a Meneses?  Seria um suicídio para um partido que está a perder  influência no Norte- principalmente no Porto e em Braga, velhos bastiões socialistas. 
Estou convencido que a aliança entre PSD  e os independentes de Rui Moreira será a solução mais provável mas, para isso, LFM terá que fazer bastantes cedências. 
A alternativa – improvável, mas nem por isso impossível  - seria uma aliança entre PS e Rui Moreira . Poderia funcionar como balão de ensaio para uma aliança governativa entre socialistas e centristas após 2015 e deixaria de fora o vencedor laranja. Mais credível será a hipótese de- caso LFM não consiga fazer alianças- novas eleições para o Porto a breve prazo.

Gaia- Na outra margem do rio Douro o cenário é idêntico, mas a correlação de forças é diferente. O PS deverá ser o vencedor e o independente Guilherme Aguiar  ficará em segundo, completando-se o pódio autárquico com  o candidato do PSD, Carlos Abreu Amorim.
Também aqui  não haverá maioria absoluta e os independentes servirão de charneira a uma solução governativa em Gaia. Para que lado cairá Guilherme Aguiar- candidato rejeitado pelo PSD local?  
Tenho poucas dúvidas. Aliar-se-á mais facilmente ao candidato do PSD- apesar das fortes marcas  provocadas pelo processo pré-eleitoral- do que ao PS. Poderemos estar, por isso, perante o caso de um outro concelho onde o vencedor  não irá ter a vida facilitada e o cenário de novas eleições poderá ser encarado. Há, porém, uma nuance interessante. Caso  o PS não consiga alianças e a câmara se torne ingovernável, obrigando a novas eleições, é muito provável que o candidato escolhido pelo PSD seja… Guilherme Aguiar!

Matosinhos- Apesar de uma grande recuperação nos últimos dias do candidato do PS ( o inenarrável Parada) as sondagens indicam que  Guilherme  Pinto - actual presidente da Câmara eleito em 2009 pelo PS-  será o vencedor, seguido de Parada.   
O PS viabilizará o mandato do actual presidente, aliando-se a Guilherme Pinto? Se o não fizer estará a dar mais um tiro no pé e, a norte, os socialistas já se auto flagelaram demasiadas vezes. É altura de ganharem juízo. 
Apesar de as coisas estarem mais clarificadas em Matosinhos, do que em Gaia ou no Porto, as contas podem complicar-se se Parada for o vencedor.
( Amanhã farei a análise de Sintra , Loures e Oeiras)

3 comentários:

  1. Gostei de ler esta análise política do Porto, Vila Nova de Gaia e Matosinhos.

    Vamos lá ver no domingo!

    ResponderEliminar
  2. Li hoje que o Rui Moreira está à frente nas sondagens para o Porto.
    É verdade?

    ResponderEliminar