segunda-feira, 8 de julho de 2013

Rescaldo de uma noite de Verão

Passei o fim de semana no meu Rochedo, com o mar no horizonte e o lamento pela falta de um esplendoroso luar.
No sábado, depois de jantar no Guincho e enquanto percorria a estrada até Cascais, tentava lembrar-me de uma noite em que, a poucos minutos da meia noite, as esplanadas de todos aqueles restaurantes estivessem a abarrotar.
Sinceramente, não me lembro.

4 comentários:

  1. Sem surpresa, percebo que o Carlos não é um homem só...

    ResponderEliminar
  2. É isso que mete mais impressão, Carlos.
    Mais que estatística, números frios, é constatar essa degradação nas mais pequenas coisas.
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  3. Um deserto que se vai instalando, por aqui e por ali.


    Lídia

    ResponderEliminar
  4. Nas noites de verão quando começarem os Concertos fica tudo cheio só se consegue arrumar o carro no Bairro do Rosário...
    Tem sido sempre assim.
    xx

    ResponderEliminar