domingo, 7 de julho de 2013

E o burro sou eu?

Ficou célebre esta tirada de Scolari numa conferência de imprensa em que os jornalistas o acusavam do desaire da selecção nacional.
Lembrei-me disto, a propósito das acusações de irresponsabilidade que têm sido apontadas a Paulo Portas por ter batido com a porta.
Acusar o lider do CDS é esquecer que o primeiro responsável de toda esta crise se chama Aníbal Cavaco Silva. Foi ele, com aquele discurso canalha na tomada de posse e com os sucessivos apelos à revolta das pessoas perante os sacrifícios que lhe estavam a ser impostos por Sócrates, que deu força a Passos Coelho para avançar com o derrube do governo Sócrates.
Não me espantarei se Cavaco - depois de ter responsabilizado indirectamente Paulo Portas pela crise actual- venha a fazer uma comunicação ao país onde acuse o PS de falta de sentido patriótico, por recusar participar num governo alargado que garantiria mais estabilidade.
Cavaco nunca assume as suas responsabilidades, mas é bom que alguém lhe recorde que ele é o primeiro culpado de tudo isto. Não fosse o seu empenho em derrubar Sócrates e talvez nem sequer tivesse havido resgate.

7 comentários:

  1. Ainda hoje comentei isso cá em casa!
    Afinal se a Sócrates não tivesse sido tirado o tapete ainda nem sequer tinha havido eleições e seria impossível estarmos pior do que estamos!
    Mas a pressa de ir ao pote deu esta bagunça!

    ResponderEliminar
  2. Não podia estar mais de acordo, embora ache que o Seguro respirou de alívio...

    ResponderEliminar
  3. Barbosamigo

    Estou 23090% de acordo contigo. O resto são tretas. O sacana de Boliqueime é o maior culpado desta merda em que estamos atolados até acima da ponta dos cabelos. É tão mentiroso, hipócrita, cioso, cobarde, mesquinho, que o MST se enganou: Palhaço, o filho da puta (com todas as letras) não é, porque os Palhaços, Truões, Bobos & similares têm dignidade naquilo que fazem. Este cabrão não tem. Nem citando a Nossa Senhora de Fátima depois de consultar a Dona Maria.

    Tem graça: no tempo de Oliveira Baltazar, perdão, Salazar, também havia uma Dona Maria... A memória dos homens é curta, mas tanto... não! Fiz, faço e façarei aos cidadões a advertência necessária e suficiente: não se esqueçam deste desgraçado que ocupa (pois não paga renda, muito menos contrato de arrendamento) o Palácio de Belém...

    Abç

    Henrique

    Até um destes dias na Travessa... espero...

    ResponderEliminar
  4. Desde os tempos de primeiro ministro que Cavaco é 'o veneno do reino'.
    Com o tempo, deu asas ao seu lado patético.
    Saberá que um Presidente da República não pode ter cores políticas?

    A culpa, até a de Cavaco ter nascido, é do Sócrates. Ah pois, convém...

    ResponderEliminar
  5. Mirabolante!! a divida da madeira é culpa do eduardo dos santos, certo?
    a nacionalização do BPN culpa da troika? as eolicas, PPP e tres autoestradas para o Porto foi a Merkl? já agora quem mandou fazer hospitais a 30km uns dos outros foi o Cordeiro da farmacias ,certo?
    eu não acredito em bruxas, mas estão sempre a aparecer...

    ResponderEliminar
  6. Inteiramente de acordo.
    Não só o principal responsável e culpado da situação até hoje desde o rebentar da crise como o pai mestre-escola fundador da cultura cavaquista causa primeira das actuações à BPN, BCP, BPP e dos vários Loureiros e Limas e multi-variadissimos assaltos ao pote do Estado.
    Não há Ex-ministro ou Secretário de Estado do cavaquismo que não se tenha enchido no pote do Estado e ainda se vamgloria disso, dizendo agora que não precisam da política para viver, tal a desvergonha desta escola-trupe de salteadores.
    Os jornalistas e demais avençados, tão sem caracter e honradez, que apenas com as migalhas caídas do pote se satisfazem. Porca miséria de gente sem altura nem dimensão qualquer.
    Os "intelectuais" adulam o medíocre Cavaco para chularem através de recompensas de cadeirão para cu gordo bem assentado.
    Sim, sem dúvida é preciso que todos obtenham consciência de que foi e é Cavaco a pior desgraça que podia ter acontecido a Portugal.

    ResponderEliminar
  7. Se vamos procurar culpados temos que rebobinar o filme muitos anos, Carlos.
    Eu agora queria soluções.
    Que se lixem os culpados!

    ResponderEliminar