quarta-feira, 19 de junho de 2013

As virtudes de Maria

Quais são as suas virtudes, Maria?



Maria Luís Albuquerque, secretária de estado do tesouro escolhida e mantida por Gaspar é, certamente, uma mulher cheia de virtudes. Só isso justifica que ainda se mantenha no cargo, enquanto outros secretários de estado foram  corridos logo que cheirou a esturro nos contratos swaps. 
Alguns especialistas classificaram os contratos assinados por Maria Luís Albuquerque na REFER, como exóticos.  Provavelmente essa classificação deve-se ao facto de Maria Luís ter conseguido a notável proeza de colocar dois organismos sob a sua alçada a investigar  os contratos por ela assinados. Elementar, não é? Outro exotismo é renegociar um contrato com a JP Morgan e, de caminho, entregar ao mesmo JP Morgan a assessoria na privatização dos CTT.
Esta técnica de contratar o assaltante para vigiar a casa é nova, mas deve ser eficaz, porque Maria Luís continua firme no seu lugar. Inamovível, mas não distraída. No mesmo dia em que o assunto era discutido na AR, conseguiu desviar as atenções para Sócrates.
Com efeito, sensivelmente à mesma hora, o grupo parlamentar do PSD divulgava um relatório sobre as PPP em que (quase) todo o governo de Sócrates é posto em causa.
Se a fundamentação for tão rigorosa como a escrita do relator, Sócrates e os seus ex-ministros podem estar descansados. O relatório final parece ter sido escrito por um aluno da 4ª classe com dificuldades de aprendizagem.
De qualquer modo, não deixa de ser curioso constatar que quando o governo está em apuros, salte logo para as primeiras páginas dos jornais algo relacionado com as malfeitorias de Sócrates. Certamente, também por coincidência, quando Portas questiona de forma mais viva algumas opções do governo, lá vem uma notícia sobre os submarinos. O caso BPN é que parece ter sido definitivamente enterrado. Cavaco também tem sabido apadrinhar este governo, portanto... agora que Relvas está fora, as virtudes da Maria Luís serão bastantes para assegurar o expediente.

3 comentários: